Economia Inflação do aluguel recua pelo segundo mês consecutivo, diz FGV

Inflação do aluguel recua pelo segundo mês consecutivo, diz FGV

Indicador acumulou alta de 7,54% de janeiro a dezembro deste ano. IGP-M foi divulgado na manhã desta sexta-feira (28)

Inflação do aluguel

IGP-M é conhecido como inflação do aluguel

IGP-M é conhecido como inflação do aluguel

Pedro Belleza/Creative Commons

A inflação do aluguel recuou pelo segundo mês consecutivo em dezembro. Os dados do IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) foram divulgados na manhã desta sexta-feira (28) pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

O indicador registrou -1,08% em dezembro. Em novembro, a taxa havia sido de -0,49%. De janeiro a dezembro deste ano, a inflação do aluguel acumulou alta de 7,54%. 

Isso significa que, por exemplo, um contrato de locação de R$ 800 fechado em dezembro de 2017 foi reajustado em R$ 60,32 e o inquilino passará a pagar R$ 860,32  pelo aluguel a partir de janeiro de 2019.

O IGP-M é conhecido como "inflação do aluguel" porque é o indicador normalmente utilizado para corrigir os valores de contratos de aluguel.

O índice é composto por três indicadores econômicos: IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo), IPC (Índice de Preços ao Consumidor) e INCC (Índice Nacional de Custo da Construção).

O IPA desacelerou de -0,81% em novembro para -1,67% em dezembro, o IPC variou 0,04% e o INCC, 0,13%.