Investimento em Bitcoin deve ser declarado no Imposto de Renda

Moedas virtuais precisam ser listadas como "outros bens” na declaração

Investimento em Bitcoin deve ser declarado no Imposto de Renda

Vendas acima de R$ 35 mil devem ser mencionadas

Vendas acima de R$ 35 mil devem ser mencionadas

Benoit Tessier/Illustration/Reuters

Os brasileiros que apostaram na valorização das moedas virtuais, como o Bitcoin, devem ficar atentos ao declarar o Imposto de Renda deste ano para fugir da 'mordida do Leão'.

De acordo com a Receita Federal, as moedas virtuais são "equiparadas a um ativo financeiro" e "devem ser declaradas pelo valor de aquisição".

A presidente do CRC-SP (Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo), Marcia Ruiz Alcazar, explica que as criptomoedas precisam ser listadas pelos contribuintes na Ficha Bens e Direitos como “outros bens” (código 99). 

Ela recomenda que os contribuintes proprietários de moedas virtuais detalhem no documento a data de aquisição, a quantidade de moeda adquirida e o valor da compra realizada.

— Esse valor histórico tem que ser declarado na coluna 'em 31 de dezembro de 2017' porque essa movimentação aconteceu no ano passado. [...] É preciso somar todas as compras pelo valor de aquisição, não pelo valor final do investimento.

Bitcoin: o que é e como funciona a moeda virtual

O FIsco informa que estão sujeitos a tributação de 15% todos os que obtiveram ganhos acima de R$ 35 mil com a venda das moedas. Alcazar reforça que o recolhimento do imposto sobre a venda das criptomoedas deve ser feito até o último dia útil do mês seguinte ao da transação.

— Não dá para calcular e pagar o valor do imposto na data de entrega da declaração. Os contribuintes que fizerem isso estarão sujeitos ao pagamento de multa e juros porque o ganho de capital não é uma informação de ajuste anual. Ele tem que ser tratado na data da transação.

Para realizar a declaração de maneira correta, os investidores que venderam as moedas virtuais devem fazer uso do aplicativo “Ganho de Capital”, que define o valor do imposto a ser recolhido.

Em dezembro do ano passado, um único Bitcoin, a mais popular moeda virtual em circulação, alcançou o valor de R$ 62.671 (US$ 19.343), segundo a consultoria Coindesk.

Após o pico, a criptomoeda recuou um pouco e fechou 2017 cotada a R$ 44.906 (US$ 13.860). Ainda assim, o valor que representa uma valorização superior a 1.200% no acumulado do ano.

Economia em 5 minutos: guia para quem quer investir em Bitcoins