Economia Mais de 300 auditores da Receita entregam cargos em ato contra corte de verbas, diz sindicato

Mais de 300 auditores da Receita entregam cargos em ato contra corte de verbas, diz sindicato

MACRO-RECEITA-AUDITORES-DEMISSAO:Mais de 300 auditores da Receita entregam cargos em ato contra corte de verbas, diz sindicato

Reuters - Economia

BRASÍLIA (Reuters) - Em ato contra cortes orçamentários na Receita Federal, o Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita) informou nesta quarta-feira que pelo menos 324 auditores entregaram seus cargos de chefia e funções comissionadas em diversas áreas do órgão.

De acordo com a entidade, o número final de postos vagos ainda não foi consolidado e pode chegar a 500 em todo o país. As ocorrências incluem cargos em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Na terça-feira, o Congresso aprovou o Orçamento de 2022 com uma reserva de 1,7 bilhão de reais para reajustar salários de policiais. Segundo o Sindifisco, a liberação desses recursos foi possível por meio de cortes nas verbas da Receita Federal em 2022.

Além disso, o sindicato afirma que foi descumprido acordo para regulamentação do pagamento de bônus aos servidores do órgão.

Válido desde 2017, o bônus pago aos auditores da Receita tem valor fixo e não é atrelado a avaliações de desempenho. A categoria reivindica uma regulamentação da regra para que os pagamentos sejam variáveis e atrelados a metas.

"Não resta alternativa senão a entrega efetiva de todos os cargos comissionados e funções de confiança, bem como o afastamento do cumprimento de metas cada dia mais elevadas. Deixa de ser nosso ônus a sustentação de um orçamento construído em nosso desfavor", afirmou o Sindifisco em nota.

(Por Bernardo Caram)

Últimas