Economia Ngozi Okonjo-Iweala é a primeira mulher a chefiar a OMC

Ngozi Okonjo-Iweala é a primeira mulher a chefiar a OMC

A Organização Mundial do Comércio nomeou pela primeira vez na sua história uma mulher como diretora-geral

  • Economia | Do R7

Ngozi Okonjo-Iweala é escolhida como diretora-geral da OMC

Ngozi Okonjo-Iweala é escolhida como diretora-geral da OMC

Divulgação/World Trade Organization

Em uma decisão histórica, a OMC (Organização Mundial do Comércio) nomeou nesta segunda-feira (15) a nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala como diretora-geral. Ela é a primeira mulher e a primeira africana a liderar a organização.

A escolha de Ngozi superou oito candidatos de diferentes países e marca a tendência internacional rumo à maior inclusão de lideranças femininas em postos de decisão. Ela também foi a primeira mulher a ocupar os cargos de ministra das Relações Exteriores e de Finanças em seu país e chegou ainda ao segundo mais alto posto no Banco Mundial, onde atuou como diretora-gerente.

Com sede em Genebra, a OMC tem 164 membros e estava sem líder desde que o brasileiro Roberto Azevêdo deixou o cargo em agosto. Os defensores de Okonjo-Iweala esperam que ela possa revigorar a instituição, que está enfrentando a maior crise de seus 26 anos de história, com membros incapazes de chegar a acordos sobre pactos comerciais e um programa de reforma.

Últimas