Economia Nova revolução industrial é tema do Estúdio News

Nova revolução industrial é tema do Estúdio News

A chamada Revolução 4.0 é debatida por especialistas que falam da requalificação profissional

A indústria 4.0 ou 4ª Revolução Industrial é vista por especialistas como oportunidade e desenvolvimento, porém a capacitação se faz necessária e o interesse deve partir dos profissionais.

O movimento promete uma revolução produtiva, de segurança e redução de custos, mas entre os desafios para que ela evolua estão a falta de qualificação dos profissionais industriais para identificar oportunidades de melhoria, conseguir casar essas oportunidades a determinados tipos de tecnologia e poder conduzir essas iniciativas desde o chão de fábrica aos líderes da empresa, conforme explica Carlos Paiola, diretor Comercial na Aquarius Software, com base no relatório Future of Jobs Report 2020 do Fórum Econômico Global.

Embora algumas vagas desapareçam com a automatização, estudos apontam que vão surgir no mundo, cerca de 133 milhões de oportunidades em substituição a mais de 73 milhões que deixaram de existir.

Carlos Paiola e Felipe Morgado

Carlos Paiola e Felipe Morgado

Divulgação


Segundo Felipe Morgado, gerente executivo de Educação Profissional e Tecnológica do SENAI, a requalificação é imprescindível e urgente. “Já que o Brasil não conseguiu qualificar a sua mão de obra e todo mundo teve que requalificar é uma oportunidade que temos de reduzir esse gap. Se conseguirmos ser mais ágeis e de fato convencer as empresas que a indústria 4.0 tem muita coisa que pode ajudar e não é tão cara assim, pois há várias tecnologias mais acessíveis e não só a robotização avançada, e a indústria souber aproveitar essa oportunidade utilizando principalmente essas tecnologias de baixo custo, os trabalhadores se requalificarem e continuarem estudando ao longo da vida, acredito que vamos conseguir diminuir essa distância”, destaca o executivo.


Paiola, alerta que é papel de cada um de nós ter a iniciativa de correr atrás de informação durante todo o período profissional, desde quando se sai da faculdade e por toda a carreira. “O profissional pode procurar informações específicas sobre inteligência artificial, realidade aumentada, machine learning, cloud computing, enfim. É importante que não fique esperando passivamente que o chefe, a empresa, olhe para ele e fale que vai dar um curso, ele tem que mostrar vontade, correr atrás, descobrir os cursos oferecidos para poder ver aquele que melhor se adequa ao tempo e interesse que ele tem em termos de informação, para que se torne cada vez mais relevante para aquela empresa onde se encontra e cada vez mais difícil de se substituir” enfatiza o diretor Comercial na Aquarius Software.


Morgado destaca que a indústria 4.0 é para todos os níveis, todos os portes de empresas. “No Senai implementamos uma rede de institutos de inovação e tecnologia no Brasil inteiro para apoiar as empresas de todos os portes, principalmente as empresas industrias de pequeno e médio porte para que elas possam implementar essas tecnologias”, completa.

O Estúdio News vai ao ar aos sábados, às 22h15. A Record News é sintonizada pelos canais de TV fechada 55 Vivo TV, 78 Net, 32 Oi TV, 14 Claro, 19 Sky e 134 GVT, além do canal 42.1 em São Paulo e demais canais da TV aberta em todo o Brasil.

Últimas