Economia Número de empresas abertas bate recorde, e falências saltam 35%

Número de empresas abertas bate recorde, e falências saltam 35%

Quantidade de novos negócios superou os 4 milhões no ano passado, alta de 20% ante 2020, diz Ministério da Economia

  • Economia | Do R7

Brasil fechou 2021 com quase 19 milhões de empresas

Brasil fechou 2021 com quase 19 milhões de empresas

Pexels

O Brasil teve 4.026.776 novas empresas abertas em 2021. O número, que corresponde a uma alta de 19,7% na comparação com o resultado do ano anterior, representa um recorde histórico para o período de um ano.

De acordo com dados do Mapa de Empresas, divulgado nesta quarta-feira (9) pelo Ministério da Economia, no mesmo período 1.410.870 empresas foram fechadas, aumento de 34,6% quando comparado com 2020. 

Os resultados revelam um saldo positivo de 2.615.906 empresas abertas em 2021, com um número total de 18.915.002 empresas ativas. Todos os estados registraram crescimento positivo nos dados de abertura de empresas.

O Amapá foi o estado que apresentou o maior crescimento percentual de empresas abertas em 2021, com aumento de 40,9% em relação ao ano de 2020. Por outro lado, o estado de Mato Grosso do Sul registrou o menor crescimento, de 13,6%.

Conforme o Mapa das Empesas, as companhias que atuam nos setores de comércio e serviços representam 81,5% das empresas em funcionamento no Brasil. Em 2021, 82,5% dos novos negócios fazem parte dos segmentos.

Tempo médio

O levantamento mostra ainda que o tempo médio de abertura de empresas caiu de cinco dias e 9 horas para dois dias em relação ao registrado no início de 2019. Conforme o estudo, 57% dos novos negócios foram abertos em menos de um dia. 

O secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Caio Mario Paes de Andrade, afirma que os dados positivos são fruto do esforço feito pelo governo federal para reduzir a burocracia.

“O reflexo desse trabalho é um ambiente de negócios mais dinâmico, simplificado e promissor para o empresário brasileiro ter sucesso em seu empreendimento”, afirma ele.

Últimas