Economia Paraná, Minas Gerais, Maranhão, Acre, Ceará e Rondônia guiam queda do desemprego no 3º tri

Paraná, Minas Gerais, Maranhão, Acre, Ceará e Rondônia guiam queda do desemprego no 3º tri

Recuo da taxa de desocupação para 8,7% foi menos disseminada do que o do 2º trimestre, com estabilidade em 21 unidades da federação, mostra IBGE

  • Economia | Do R7

Rondônia, Mato Grosso e Santa Catarina têm as menores taxas de desocupação

Rondônia, Mato Grosso e Santa Catarina têm as menores taxas de desocupação

Marcelo Camargo/Agência Brasil - 24.8.2021

A redução da taxa de desocupação no terceiro trimestre, que passou de 9,3% para 8,7%, foi guiada pelo desempenho positivo do mercado de trabalho em seis estados brasileiros, de acordo com informações apresentadas nesta quinta-feira (17) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

As reduções na taxa na comparação com o trimestre anterior foram registradas por Paraná (-0,8 ponto percentual), Minas Gerais (-0,9), Maranhão (-1,1), Acre (-1,8), Ceará (-1,8) e Rondônia (-1,9), conforme os dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios).

Nessa mesma comparação, 21 das unidades da federação permaneceram com suas taxas de desocupação estáveis. Houve ainda queda no indicador em todas as grandes regiões e o Nordeste se manteve com a maior taxa, de 12%.

Adriana Beringuy, coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, reforça que a queda do desemprego entre julho e setembro foi menos disseminada do que nos três meses anteriores. “No segundo trimestre, a taxa de ocupação havia caído 1,8 ponto percentual, com disseminação da queda por 22 unidades da federação. Já no terceiro trimestre, a queda foi menos intensa, de 0,6 ponto percentual, e isso repercutiu nos resultados locais, por estado”, explica ela.

Já as menores taxas de desocupação, no terceiro trimestre, ficaram com Rondônia (3,9%), Mato Grosso (3,8%) e Santa Catarina (3,8%). O Sul foi a região com a menor taxa (5,2%) e os seus três estados registraram percentuais abaixo da média nacional.

Últimas