Economia Petrobras aprova R$ 300 mi para criar programa de acesso ao gás

Petrobras aprova R$ 300 mi para criar programa de acesso ao gás

O conselho de administração da companhia aprovou valor para programa social de apoio a famílias carentes

  • Economia | Do R7

Petrobras anuncia programa de acesso ao gás

Petrobras anuncia programa de acesso ao gás

Reprodução/Agência Petrobras

A Petrobras informou nesta quarta-feira (29) que o conselho de administração da companhia aprovou a destinação de R$ 300 milhões para a criação de um programa social de apoio a famílias em situação de vulnerabilidade social, para contribuir com o acesso a insumos essenciais, com foco no gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido popularmente como gás de cozinha.

A iniciativa deverá ampliar a atuação social e se justifica pelos impactos causados pela pandemia da Covid-19.

“Somos uma empresa socialmente responsável e comprometida com a melhoria das condições de vida das famílias, particularmente das mais vulneráveis. A pandemia e todas as suas consequências trouxeram mais dificuldades para as pessoas em situação de pobreza. Tal fato alerta a Petrobras para que reforce seu papel social, contribuindo ainda mais com a sociedade”, destaca o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna.

O modelo do programa está em fase final de estudos, incluindo a definição do critério de escolha das famílias em situação de vulnerabilidade e da busca de parceiros do setor que possam somar esforços e ampliar o valor a ser investido.

"Com essa ação, a Petrobras reafirma seu compromisso com o bem-estar da sociedade, particularmente das comunidades em sua área de influência", afirma a companhia em nota.

Apenas em 2021, o preço médio do botijão de 13 quilos subiu 30%. O preço máximo do gás de cozinha chegou a R$ 135 na região Centro-Oeste do país, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) em setembro.

Outro projeto

Nesta quarta-feira, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei 1374/21, que cria o auxílio Gás Social.  O auxílio — chamado de "Desconto Gás" — dará um subsídio mensal a famílias de baixa renda, inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com ganho mensal igual ou menor que meio salário mínimo.

O benefício, para a compra do gás de cozinha, será custeado pelo governo. Os créditos recebidos poderão ser utilizados através de cartão eletrônico ou outro meio previsto na regulamentação.

Últimas