Petrobras vende três plataformas por R$ 7,5 milhões em leilão

Todas as unidades foram compradas por uma pessoa do Rio de Janeiro que se identificou no leilão como Marboteni

P-15 foi a unidade mais disputada, com 43 lances

P-15 foi a unidade mais disputada, com 43 lances

Enrique Fernandez/Agência Petrobras

A Petrobras vendeu nesta sexta-feira (24) em leilão três plataformas de petróleo fora de operação para o mesmo comprador pelo valor total de R$ 7,54 milhões (US$ 1,45 milhão).

A unidade mais disputada foi a P-15, que arrecadou R$ 3,6 milhões (US$ 750 mil) após 43 lances pelo ativo, segundo site do leiloeiro João Emílio. Em segundo lugar ficou a plataforma P-7, arrematada por R$ 1,92 milhão (US$ 370 mil) e 17 lances e por último a P-12, comprada por R$ 1,56 milhão (US$ 330 mil) após 16 lances.

Leia mais: Petrobras aprova contratação de novas plataformas para pré-sal

O comprador é do Rio de Janeiro e se identificou no leilão como Marboteni. Procurada, a Petrobras ainda não informou o resultado oficial do leilão.

A P-7 sofreu um acidente pouco depois da P-36, que adernou na bacia de Campos no início dos anos 2000. A unidade produzia cerca de 15 mil b/d no campo de Bicudo e derramou cerca de 26 mil litros de óleo no mar.

A P-12, instalada no campo de Linguado, produzia 7.000 b/d e também sofreu acidente, que liberou menos de 3.000 litros de óleo no mar. A unidade já teve seu descomissionamento iniciado no início do mês. Já a P-15 operava nos campos de Marimbá e Piranúna e produzia cerca de 3.000 b/d.