Economia Preço de ventilador varia até 146% de uma loja para outra, diz Procon

Preço de ventilador varia até 146% de uma loja para outra, diz Procon

O mesmo produto custa R$ 154,60 em um site, e R$ 381,15 no e-commerce concorrente, mostra levantamento do órgão de defesa

  • Economia | Do R7

Procon-SP faz pesquisa de preços de ventiladores e encontra variação de 146%

Procon-SP faz pesquisa de preços de ventiladores e encontra variação de 146%

Freepik / Pressfoto

Com os dias mais quentes do verão, enquanto algumas pessoas sonham em ter um ventilador ou climatizador, alguns comerciantes aproveitam o aumento da procura para mandar o preço desses produtos para as alturas. Fazer uma pesquisa antes de comprar pode garantir uma grande economia, já que é possível encontrar diferenças de até 146% no valor dos ventiladores, alerta o Procon-SP

Entre os dias 6 e 8 de fevereiro, o NIP (Núcleo de Inteligência e Pesquisas) da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor da Fundação Procon-SP fez uma pesquisa comparativa dos preços de climatizadores, ventiladores de mesa, de coluna e teto. Um mesmo ventilador de mesa, o Mallory Neo Air TS Dourado, que custava R$ 154,60 em uma loja online, foi encontrado por R$ 381,15 em outro e-commerce.

O objetivo da pesquisa, segundo o órgão de defesa, é oferecer uma referência de preço ao consumidor. 

O levantamento feito em seis grandes lojas online que comercializam aparelhos elétricos (Amazon, Carrefour, Casas Bahia, Extra, Magazine Luiza e Ponto), onde foram consultados e comparados os preços de 59 itens. Foram computados somente os produtos encontrados em, no mínimo, três dos sites visitados.

Os preços considerados na coleta das informações foram os referentes ao pagamento à vista por meio de cartão crédito, desconsiderando eventuais promoções ou descontos vinculados às regras de cada estabelecimento. Nos sites que funcionam como marketplace e têm diferentes fornecedores que vendem o mesmo produto, foi coletado o valor mais baixo.

Também foi feita uma comparação com os preços dos mesmos produtos obtidos na pesquisa realizada em 2022, que revelou variação negativa de 1,06%. No mesmo período, o IPC-SP / Fipe (Índice de Preços ao Consumidor do Município de São Paulo / Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) teve variação de 7,32%.

Dicas para o consumidor

Com a divulgação desses resultados, nesta quinta-feira (16), o Procon-SP "reforça a importância de comparar os preços em diversos estabelecimentos, sempre considerando também qualidade do produto, frete ou custo-benefício do deslocamento".

O órgão dá outras orientações ao consumidor:

(1) Observe atentamente as opções de pagamento, analisando qual é a mais adequada ao seu orçamento;

(2) Leia atentamente as instruções do manual que vem com o produto, e verifique se a voltagem da tomada onde ele será ligado é compatível; 

3) Para uma boa circulação do ar, instale o climatizador em um local que permita o aproveitamento de todos os recursos oferecidos pelo produto;

4) Lembre-se que ventilador de teto demanda instalação especializada, por sua instalação elétrica ser complexa, além de ser necessário fazer o balanceamento correto do produto;

5) Guarde sempre a nota fiscal, o que é fundamental para assegurar seus direitos, caso o aparelho apresente algum defeito ou vício.

Últimas