Economia Prévia do PIB sobe pelo sexto mês consecutivo, indica Banco Central

Prévia do PIB sobe pelo sexto mês consecutivo, indica Banco Central

IBC-BR (Índice de Atividade), que serve para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses, subiu 0,86% em outubro ante setembro

  • Economia | Do R7

A atividade econômica brasileira apresentou o sexto mês consecutivo de alta. O BC (Banco Central) informou nesta segunda-feira (14) que seu IBC-BR (Índice de Atividade) subiu 0,86% em outubro ante setembro, na série já livre de influências sazonais.

Leia mais: Coronavírus impõe riscos ao PIB brasileiro em 2021, avalia Fitch

Conhecido como "prévia do BC para o PIB", o IBC-Br é um parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses.

IPC-Br avalia ritmo da economia ao longo dos meses

IPC-Br avalia ritmo da economia ao longo dos meses

Pixabay

Em setembro, o avanço havia sido de 1,29% e, em agosto, de 1,39% (dado revisado).

Apesar do resultado positivo em outubro, as riquezas brasileiras ainda acumulam queda de 4,92% em 2020, em razão da crise gerada pela pandemia de coronavírus.

Na comparação anual do IBC-BR, a queda do índice no último mês de outubro é de 2,61% em relação ao mesmo mês de 2019.

Reação tímida
Os efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre a economia, apesar de percebidos em fevereiro, se intensificaram em todo o mundo a partir de março em razão da crise sanitária. Nos últimos seis meses, porém, o IBC-Br já demonstrou reação.

De setembro a outubro, o índice desassonalizado (livre de influência) passou de 135,59 para 136,75.

Últimas