Economia Prévia sinaliza alta de 31,57% dos aluguéis com vencimento em maio

Prévia sinaliza alta de 31,57% dos aluguéis com vencimento em maio

Índice Geral de Preços - Mercado mantém trajetória de alta ao subir 1,17% na segunda prévia de abril, aponta FGV


  • Economia | Do R7

Inflação do aluguel acumula série de altas consecutivas

Inflação do aluguel acumula série de altas consecutivas

Pixabay

A segunda prévia do IGP-M (Índice Geral de Preços-Mercado) aponta para a manutenção da sequência de altas do indicador usado para reajustar a maioria dos contratos de aluguel no Brasil.

Com a variação de 1,17% na prévia, a taxa acumulada em 12 meses alcançou 31,57%, ante 31,15% contabilizados na mesma apuração do mês anterior, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (19), pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

Caso a alta seja confirmada ao final do mês, o percentual será aplicado aos contratos de locação com vencimento em maio. Para os aluguéis vencidos em abril, o reajuste foi 31,1%, após saltar 2,94% em março, maior alta para o mês desde 1994.

Entre os índices que compõem a variação do IGP-M, as altas de 1,28% do IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo) e de 0,65% do IPC (Índice de Preços ao Consumidor) foram inferiores às apresentadas no mesmo período do mês passado. Já a variação de 1,3% do INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) representa uma estabilidade.

“Sem novas pressões cambiais e maior estabilidade dos preços de commodities em dólar, o índice ao produtor registrou discreta variação entre as matérias-primas brutas (0,16%), este comportamento favorece a desaceleração das pressões inflacionárias ao longo da cadeia produtiva”, explica o coordenador dos índices de preços da FGV, André Braz.

Últimas