Economia Salário médio do brasileiro sobe 2,9% em outubro e alcança R$ 2.754

Salário médio do brasileiro sobe 2,9% em outubro e alcança R$ 2.754

Evolução leva massa de rendimento real habitual a R$ 269,5 bilhões, o maior valor desde 2012, de acordo com o IBGE

  • Economia | Do R7

Salário dos empregados no setor público foi o que mais cresceu

Salário dos empregados no setor público foi o que mais cresceu

Marcos Santos/USP Images

O rendimento real habitual recebido pelos trabalhadores no Brasil cresceu 2,9% no trimestre finalizado em outubro, na comparação com os três meses anteriores, e alcançou R$ 2.754, segundo os números divulgados nesta quarta-feira (30) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Com a evolução pelo quarto mês seguido, os números da PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) mostram que a massa de rendimento real habitual chegou a R$ 269,5 bilhões, um recorde da série histórica iniciada em 2012.

Entre as colocações, o destaque fica para a alta no grupo de empregados no setor público (3,4%, ou mais R$ 137) e dos trabalhadores por conta própria (3,3%, ou mais R$ 69), além do empregado com carteira de trabalho assinada (3,1%, ou mais R$ 79).

Já entre os grupamentos, os maiores aumentos da remuneração foram em transporte, armazenagem e correio (6,5%, ou mais R$ 163), agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (5,7%, ou mais R$ 100) e construção (5,5%, ou mais R$ 114).

Últimas