Economia Setor aéreo só voltará ao nível pré-pandemia em 2024, diz Iata

Setor aéreo só voltará ao nível pré-pandemia em 2024, diz Iata

Associação Internacional de Transporte Aéreo ficou mais pessimista por ver a lenta recuperação dos EUA e a expectativa de queda nos voos corporativos

Reuters
Iata prevê baixo número de voos em 2021

Iata prevê baixo número de voos em 2021

Reprodução/ Rovena Rosa Agência Brasil

As companhias aéreas globais pioraram nesta terça-feira (28) previsão de recuperação do setor fortemente afetado pela pandemia de coronavírus, estimando que levará até 2024 - um ano a mais do que o anteriormente esperado - para que o tráfego de passageiros retorne aos níveis pré-crise.

Para atrair passageiros, empresa banca tratamento para covid e até funeral

Em uma atualização sobre os efeitos da crise que levou ao colapso da demanda de viagens, a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês) citou a lenta contenção do vírus nos Estados Unidos e nos países em desenvolvimento e uma expectativa mais fraca para viagens corporativas.

Em maio, a Iata havia feito a previsão de que em 2021 haveria 24% menos voos do que em 2019, e 32% menos do que o projetado pela entidade no fim do ano passado.

Últimas