Economia Sites divulgam vagas falsas de emprego nas redes Sesi e Senai

Sites divulgam vagas falsas de emprego nas redes Sesi e Senai

A Confederação Nacional da Indústria entrou com uma notícia-crime na Polícia Civil do Distrito Federal 

  • Economia | Do R7

CNI alerta para falsas vagas de emprego

CNI alerta para falsas vagas de emprego

CNI / Divulgação

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) entrou com uma notícia-crime na Delegacia de Assuntos Cibernéticos da Polícia Civil do Distrito Federal contra sites que anunciam vagas falsas de emprego nas redes Sesi (Serviço Social da Indústria) e Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

De acordo com a CNI, "links induzem as pessoas a fazer um cadastro, fornecendo vários dados pessoais". Além de coletar informações pessoais das vítimas, os sites também pedem o compartilhamento das supostas vagas pelo WhatsApp.

De acordo com o advogado da entidade, Felipe Gustavo de Ávila Carreiro, as fake news são crimes previstos no art. 189, inciso I, da Lei nº 9.279/96 e nos arts. 296, 297 e 299 do Código Penal Brasileiro.

A confederação orienta os interessados em trabalhar em alguma das redes que "certifique-se que as oportunidades existem nos sites oficiais das instituições do seu estado".

"Qualquer processo seletivo para trabalhar no SESI ou no SENAI será divulgado apenas nas páginas oficiais. Jamais será exigido que o candidato compartilhe qualquer tipo de conteúdo em redes sociais ou aplicativos", explica a CNI.

Últimas