Economia Sua opinião vale dinheiro. Participar de pesquisas pelo celular pode render até R$ 400

Sua opinião vale dinheiro. Participar de pesquisas pelo celular pode render até R$ 400

Empresas remuneram internautas que participam de enquetes sobre produtos e serviços

Sua opinião vale dinheiro. Participar de pesquisas pelo celular pode render até R$ 400

Celular na mão e tempo te ajudam a conseguir uma graninha no fim do mês

Celular na mão e tempo te ajudam a conseguir uma graninha no fim do mês

Eduardo Enomoto/R7

Para as empresas, a opinião dos consumidores é algo valioso. É por isso que há alguns anos elas passaram a retribuir pessoas dispostas a avaliar produtos e serviços. Responder a esses questionários é uma forma de conseguir uma grana extra ou de ganhar brindes.

Um smartphone com internet e tempo já são suficientes para começar. O R7 avaliou três desses serviços: PiniOn, Conectaí (Ibope) e Toluna.

Em 2012, quando estava desempregado, Victor Fernandes conheceu o aplicativo PiniOn. “Já cheguei a fazer R$ 500 por mês”, diz.

— R$ 500 chegava a ser o que eles me pagavam, mas tinham algumas missões que eu tinha que gastar. Esse era o valor total. Às vezes, me pagavam R$ 70, mas eu tinha gastado R$ 40.

O PiniOn possui hoje 240 mil brasileiros cadastrados e funciona tanto no aplicativo para smartphones (Android e iOS) como em computadores. Cada questionário, ou missão, tem um valor em reais que é creditado na conta do usuário quando concluído.

A analista de pesquisas do PiniOn Talita Castro explica como funciona a remuneração.

— Se for uma pesquisa virtual, respondida em casa, sobre marcas, com umas dez perguntas, a gente paga entre R$ 0,50 e R$ 1. Se for uma pesquisa de monitoramento, em que você vai até o ponto de venda, não consome, mas avalia, o pagamento é entre R$ 8 e R$ 20. Quando é algo para o cliente oculto consumir, tem missões que pagam até R$ 400, que cobrem o gasto dele e mais uma gratificação. Ele nunca vai sair perdendo.

Ela acrescenta que o serviço também tem pesquisas que dá para responder do sofá de casa, vendo TV. 

— A gente envia as questões para o usuário que está assistindo a algum programa na televisão, ele nos comprova tirando foto e a gente faz uma avaliação em tempo real. Recentemente, a gente fez uma pesquisa de um jogo de futebol e quem respondeu todas as missões que a gente enviou recebeu por volta de R$ 15. 

O saldo acumulado no aplicativo pode ser transferido para a conta bancária do participante, a cada R$ 30, ou a partir de R$ 20 para o PayPal.

Usuário do PiniOn há pouco mais de seis meses, o auxiliar de loja Everton Gallan Thiel encontrou nas pesquisas uma forma de complementar a renda.

— Não é um valor absurdo, mas dá para pagar uma conta em casa, às vezes, R$ 50, R$ 60 por mês. [...] Eu me interessei mais pela forma como você avalia o serviço das empresas. É bom porque a gente avalia até um serviço que é para a gente. O questionário tem perguntas que, às vezes, não fazemos quando entramos em um lugar e depois disso passamos fazer. 

O Conectaí, com mais de 400 mil internautas inscritos, funciona de uma forma um pouco diferente. As pesquisas são somente virtuais, ou seja, não há necessidade de deslocamento ou de compra de produtos. Os participantes fazem um cadastro no site e passam a receber os questionários por e-mail, de acordo com o perfil, já que o público-alvo muda a cada pesquisa.

As pesquisas valem pontos que podem ser acumulados durante quatro anos e trocados por recompensas. Cada questionário também tem um sorteio, em que os participantes concorrem a prêmios, como smartphones e tablets.

Tem participantes que não esperam muito tempo para trocar os pontos, conforme explica a diretora-executiva do Conectaí, Laure Castelnau.

— As pessoas que mais têm pressa trocam por recarga de celular, que é uma coisa que todo mundo quer. Posso dizer que 85% dos participantes que estão com pressa trocam por recarga de celular. Dependendo, com cinco pesquisas, já consegue trocar por créditos.

No Toluna, os participantes juntam pontos conforme fazem as pesquisas e têm a opção de trocar cada lote de 24 mil pontos por R$ 15. Também dá para resgatar vale-presentes ou cupons para o sorteio mensal de R$ 5.000.

Logo que o usuário se cadastra, recebe 500 pontos. As pesquisas podem ser respondidas tanto pelo smartphone quanto pelo site. É preciso estar atento, porque muitos usuários não se qualificam para algumas pesquisas.

Veja dicas para economizar até R$ 500 por mês sem grandes sacrifícios

Avaliação

A reportagem testou durante alguns dias os aplicativos e as interfaces para internet dos três sites de pesquisas. Uma coisa é certa: não pense em acumular muitos pontos ou grandes quantidades de dinheiro em pouco tempo. Quanto menor o esforço, menor a recompensa.

PiniOn

Tanto o aplicativo quanto o site são fáceis de utilizar e não apresentaram falhas durante o uso. As pesquisas rápidas remuneram muito pouco (entre R$ 0,25 e R$ 0,50). Duas missões remuneravam R$ 20 a quem visitasse estandes de venda de uma construtora na zona leste de São Paulo. Porém, cumprir essa tarefa demandaria, além do transporte, algumas horas do dia.

Para participar das missões que remuneram valores mais altos é preciso estar atento ao aplicativo e deixar o serviço de localização ligado o tempo todo, o que consome bateria e serviço de dados.

Segundo usuários, quando é solicitado um saque, o valor demora menos de dez dias para cair na conta bancária, que não pode ser de terceiros. Algumas pessoas se queixam que determinadas missões demoram para aparecer. Porém, a empresa justifica que dependem da demanda dos clientes.

Está com o orçamento curto? Confira 12 aplicativos e sites que te ajudam a economizar uma grana

No Conectaí, as pesquisas são enviadas em e-mails como este

No Conectaí, as pesquisas são enviadas em e-mails como este

Reprodução

Conectaí

As pesquisas chegam periodicamente. Alguns públicos específicos recebem mais questionários do que outros. Uma pesquisa sobre programas de fidelidade, respondida pela reportagem, demorou cerca de 25 minutos para ser concluída. Foram acumulados 1.000 pontos e um cupom para concorrer a vale-compras de R$ 100 em uma rede varejista.

O site para resgatar produtos com os pontos é fácil de utilizar. A partir de 2.000 pontos é possível resgatar créditos para celular. O participante também pode utilizar os pontos para o pagamento de boletos.

Toluna

Além dos 500 pontos do cadastro, o usuário consegue chegar a cerca de 2.000 pontos em poucas horas, respondendo às questões básicas sobre finanças pessoais e hábitos do dia a dia. Algumas enquetes disponíveis ofereciam mais 2.400 ou 2.500 pontos.

Um questionário sobre emprego e aposentadoria levou cerca de 20 minutos para ser concluído. A recompensa foi de 2.400 pontos. Em algumas ocasiões, o site não deu andamento porque a pesquisa já havia atingido o número máximo de participantes. Em outras situações, o próprio sistema apresentou erros.

O site tem muitas informações, o que pode deixar alguns participantes confusos. A página de resgate oferece a possibilidade de converter cada lote de 24 mil pontos em R$ 15 pelo PayPal. No entanto, o saldo pode demorar de duas a oito semanas para aparecer na sua conta.

Visão geral

Pensar que é possível viver de responder enquetes remuneradas é ilusão. A grande sacada desses sites é você aproveitar as oportunidades que eles oferecem, além, é claro, de ajudar a melhorar produtos e serviços.

Sendo assim, se você está com tempo sobrando e gosta de dar sua opinião, aproveite e receberá por isso. Caso o objetivo seja somente o ganho financeiro, pode ser que termine frustrado.