Taxa de desemprego em Salvador destoa, avalia IBGE

Na contramão do que ocorre no mercado de trabalho do País, a taxa de desemprego aumentou consideravelmente na região metropolitana de Salvador (BA). A taxa de desocupação subiu de 9,0% em fevereiro para 9,2% em março no local, informou nesta quinta-feira, 17, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que anunciou hoje que a taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do País ficou em 5,0% em março ante 5,1% em fevereiro.

"As taxas de desocupação têm diferenças grandes entre as regiões metropolitanas. A taxa de Salvador é quase três vezes maior do que a observada no Rio de Janeiro (3,5%) e Porto Alegre (3,2%)", ressaltou Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE.

O que preocupa é a taxa de desemprego de março em Salvador ter vindo muito acima da verificada no mesmo mês do ano passado, quando ficou em 6,9%.

"Salvador está destoando. Isso é um número considerável e a gente está tentando entender esse movimento, por que houve isso. A taxa de desemprego de Salvador está passando acima do ano retrasado", notou Azeredo. Em março de 2012, a taxa de desemprego na região tinha sido de 8,1%.