Economia Toys'R'Us, famosa rede de lojas de brinquedos, vai fechar nos EUA

Toys'R'Us, famosa rede de lojas de brinquedos, vai fechar nos EUA

A empresa não resistiu à concorrência dos grandes varejistas e deve demitir 31 mil trabalhadores no país

A tradicional loja de brinquedos Toys'R'Us fecha suas lojas nos Estados Unidos 

Loja deve fechar suas portas em dois meses

Loja deve fechar suas portas em dois meses

Stephane Mahe/Reuters

Uma das mais famosas e tradicionais lojas de brinquedos dos Estados Unidos, a Toys'R'Us, vai fechar as portas, conforme informou a rede de notícias CNN. Há 70 anos no mercado vendendo brinquedos e games, a loja não resistiu à concorrência das grandes redes varejistas, como o Walmart, por exemplo.

A Toys'R'Us deve fechar ou vender todas as suas 735 lojas nos EUA, de acordo com documentos judiciais divulgados nesta quinta-feira (15). Cerca de 31 mil trabalhadores serão demitidos.

A crise da empresa vem se arrastando há tempos. Em setembro de 2017, a rede pediu falência, com a esperança de adiar dívidas e reinvestir em suas lojas. Na época, foi revelado que tinha cerca de US$ 5 bilhões em dívidas e que estava gastando cerca de US$ 400 milhões por ano com o pagamento de juros. A tentativa de dar a volta por cima não funcionou. Em janeiro, a companhia anunciou que fecharia 182 lojas nos EUA.

Segundo informações do processo de falência divulgadas nesta quinta-feira, a empresa informou que fechou o ano bem abaixo das expectativas, um quarto do que teria lucrado no ano anterior. A Toys'R'Us gastava milhões para manter suas lojas abertas, o que agrava a dívida. Até o momento, não há interessados em comprar a rede.

A companhia não disse quando as lojas serão fechadas e devem permanecer abertas ainda por pelo menos dois meses. Já foram apresentados os avisos formais de encerramento, um processo que leva 60 dias. Os executivos também informaram os funcionários sobre as demissões.

De acordo com a reportagem, a empresa pretende continuar atuando no exterior como no Canadá e em países da Europa e Ásia.