Economia Vale diz que navio sofreu avaria na proa após deixar terminal em São Luís

Vale diz que navio sofreu avaria na proa após deixar terminal em São Luís

Reuters

SÃO PAULO (Reuters) - O navio MV Stellar Banner sofreu avaria na proa após ter deixado na segunda-feira o Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís (MA), utilizado para exportação de minério de ferro da companhia Vale, informou a mineradora nesta quarta-feira.

A avaria na embarcação, construída em 2016, que pertence e é operada pela empresa sul-coreana Polaris, ocorreu já fora do canal de acesso ao porto.

"Foi reportado ainda à Vale que, por medida de precaução, os 20 tripulantes foram evacuados com segurança e que o comandante do navio adotou manobra de encalhe a cerca de 100 quilômetros da costa de São Luís", disse a mineradora em nota.

Segundo nota da Capitania dos Portos do Maranhão, o navio "encontra-se encalhado".

"Como operadora portuária, a Vale está atuando com suporte técnico-operacional, com o envio de rebocadores, e colaborando com as autoridades marítimas", acrescentou a empresa.

A Capitania dos Portos também afirmou que o Stellar Banner carregava minério de ferro da Vale.

Dados do terminal Eikon, da Refinitiv, mostram que o navio tinha como destino o porto de Qingdao, na China, para onde deveria levar uma carga de 275 mil toneladas de minério de ferro.

A Vale não confirmou os dados imediatamente.

A Capitania dos Portos disse ainda, em nota, que quatro rebocadores foram enviados em direção ao navio para coletar informações e prestar apoio.

"Um rebocador com material para conter possíveis danos ambientais foi enviado pela Vale ao local a fim de prevenir futuras possibilidades de vazamento", completou a Capitania dos Portos.

A Marinha instaurou um inquérito administrativo para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do incidente, segundo a Capitania dos Portos.

Em 2017, um navio carregado com minério de ferro no terminal da Ilha Guaíba (RJ), da Vale, afundou no Atlântico Sul. A embarcação Stellar Daisy, que tinha como destino a China, tinha capacidade para cerca de 266 mil toneladas e também era operada pela Polaris.

Não foi possível contatar imediatamente um representante da Polaris. A Reuters tentou contato telefônico e por email.

As ações da Vale operavam em queda de mais de 9% na tarde desta quarta-feira, em dia marcado por perdas em vários mercados, incluindo no minério de ferro, devido a preocupações com a disseminação do coronavírus.

None

(Por Marta Nogueira e Roberto Samora)

Últimas