Economia Wall St tem rali após comentários otimistas da China sobre comércio

Wall St tem rali após comentários otimistas da China sobre comércio

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK (Reuters) - Os mercados de ações dos Estados Unidos subiram mais de 1% na quinta-feira, impulsionados por ganhos nos setores industrial e de tecnologia, sensíveis a questões comerciais, conforme a China expressou otimismo sobre as negociações tarifárias com os EUA, o que ajudou a amenizar preocupações de que crescentes tensões pudessem levar a uma recessão.

O Ministério do Comércio da China disse que os dois lados estão discutindo a próxima rodada de negociações programada para setembro, mas o progresso será determinado pela possibilidade de Washington criar condições favoráveis.

Já o presidente dos EUA, Donald Trump, disse em entrevista à Fox News que as negociações comerciais agendadas para quinta-feira estão "em um nível diferente", mas não forneceu detalhes.

Alguns analistas ponderaram que os comentários da China eram pouco substanciais e apontaram ajustes de fim de mês como suporte aos ganhos de Wall Street.

"Parece-me mais uma caminhada lenta", disse Thomas Martin, gestor sênior de ativos na Globalt Investments em Atlanta. "Mas claramente está na hora de não aumentar mais (as compras de ações)", completou.

O índice Dow Jones subiu 1,25%, para 26.362,25 pontos. O S&P 500 ganhou 1,27%, para 2.924,57 pontos. E o Nasdaq Composto teve alta de 1,48%, para 7.973,39 pontos.

Ainda assim, os três principais índices estão a caminho do pior desempenho mensal e o primeiro declínio mensal desde a onda de vendas de maio, devido à preocupação de que a intensa batalha comercial entre as duas maiores economias do mundo leve a uma recessão global.