Confira três dicas para incentivar a criança a gostar de matemática

Ter contato com a disciplina desde a primeira infância estimula a visão analítica, o levantamento de hipóteses e a resolução de desafios

É preciso desenvolver o gosto das crianças pela matemática desde cedo

É preciso desenvolver o gosto das crianças pela matemática desde cedo

Pixabay

A matemática está no dia a dia de todas as pessoas. No caso das crianças, o estímulo às habilidades com os números e contas nos primeiros cinco anos de vida é fundamental para o desenvolvimento da lógica-matemática.

Leia mais: Meninas conquistam ouro inédito em Olimpíada de Matemática

Ter contato com a disciplina desde a infância estimula a visão mais analítica, o levantamento de hipóteses e a resolução de desafios, levando as crianças a aplicarem os conceitos da matéria na sua rotina e a se sentirem seguras para continuar aprendendo.

Leia mais: Aprendizado de português e matemática segue estagnado

De acordo com Elza Midori Yamamoto, Bacharel em Química formada pela USP (Universidade de São Paulo), há quase 30 anos no Kumon e atualmente gerente do setor de Matemática, a disciplina também trabalha a organização, a concentração e a criatividade. “São habilidades que contribuem para um bom desempenho nas demais componentes do currículo escolar e ajudam os pequenos a se tornarem cidadãos mais críticos e conscientes”, diz.

Comece cedo a ensinar seu filho a usar o dinheiro

Comece cedo a ensinar seu filho a usar o dinheiro

Pixabay

Confira mais algumas dicas para incentivar seu filho a gostar da matemática:

1. Comece desde cedo

Antes mesmo de entrar na escola é importante que os pais mostrem como a matemática está presente nos acontecimentos do dia. Quando estiver preparando o lanche, mostre a quantidade de ingredientes na mesa, deixe que a criança aprenda a contar quantos biscoitos comerá ou quantas laranjas se faz um copo de suco. 

2. Ensine seu filho a usar o dinheiro

A matemática é base da contabilidade e isso fará parte da vida do seu filho quando ele crescer. Ainda na infância, é importante que aprendam como utilizar de maneira correta e inteligente o dinheiro. Ensine ao seu filho quanto custa os pães do café da manhã, como lidar com trocos ou, para quem pode dar mesada, como economizar para comprar brinquedos educativos ou aquilo que interessa a criança.

3. Demonstre entusiasmo

Para aprender a gostar, a criança precisa perceber que os pais também gostam. Por isso, sempre deve haver muito entusiasmo ao falar em cálculos, números e conceitos matemáticos. E mostrar no dia a dia onde a matémática é usada. Mostre os números nas placas dos carros, nas portas.