Educação Enem: Mais de 2 mil presos de São Paulo se classificam para faculdade

Enem: Mais de 2 mil presos de São Paulo se classificam para faculdade

Para poder concorrer a vaga no ensino superior, detentos não poderiam zerar redação ou tirar menos de 450 pontos em matemática

  • Educação | Do R7

Mais de 2.400 presos de SP se classificaram no Enem para concorrer a vaga no Sisu

Mais de 2.400 presos de SP se classificaram no Enem para concorrer a vaga no Sisu

Reprodução

No sistema penitenciário de São Paulo, 2.444 presos conseguiram se classificar no Enem PPL (Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade) para concorrer a uma vaga no ensino superior, segundo informou o governo do estado nesta quinta-feira (6).  

Os classificados tiveram média em matemática igual ou superior a 450 pontos e não zeraram em redação. Agora podem concorrer a uma vaga no ensino superior no segundo semestre deste ano, a partir do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), ou bolsa via ProUni (Programa Universidade para Todos) ou Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

A prova foi realizada em fevereiro. Os inscritos puderam assistir a 160 horas aulas a distância de um cursinho preparatório antes do exame oferecido pela SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) e pelo CRSC (Grupo de Capacitação, Aperfeiçoamento e Empregabilidade da Coordenadoria de Reintegração Social).

O cronograma de estudos contou com 100 videoaulas, apresentações de PowerPoint, listas contendo exercícios com diversas questões e 20 propostas de redação, além de um manual para correção de textos.

A SAP fez uma parceria com Secretaria de Estado da Educação para incentiva os alunos a darem continuidade aos estudos. Atualmente, 17.179 estudam dentro das unidades, tanto no ensino fundamental e médio, por meio de parceria com a secretaria, quanto no ensino superior via EAD.

Últimas