Educação Enem: primeiro dia de prova tem abstenção de 26% dos candidatos

Enem: primeiro dia de prova tem abstenção de 26% dos candidatos

Dado foi divulgado neste domingo (21) pelo Inep, após provas de linguagens, ciências humanas e a redação

  • Educação | Do R7

Danilo Dupas, presidente do Inep

Danilo Dupas, presidente do Inep

Reprodução

O primeiro dia de provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), neste domingo (21), teve 26% dos inscritos ausentes, segundo balanço do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgado nesta noite.

Danilo Dupas, presidente do instituto, celebrou o dado afirmando que ele é semelhante ao registrado em anos anteriores, e que é preciso considerar que a pandemia de Covid-19 ainda não acabou. "São dados próximos ao histórico do Enem, em termos de ausentes", afirmou. Ele citou índices de abstenção de anos anteriores à pandemia: em 2019, foi de 22,9%; em 2018, de 24,7% ; e em 2017, de 30,1%.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que a prova foi um "sucesso", "segura" e não registrou nenhuma ocorrência relevante.

O Enem teve inicialmente pouco mais de 4 milhões de candidatos inscritos, o menor número desde 2009. Após o pagamento da taxa e abertura para inscrição de isentos em segunda oportunidade, o número caiu para cerca de 3,4 milhões, sendo a grande maioria para a prova impressa, em detrimento da versão digital.

Prova

A primeira prova foi realizada neste domingo (21) em meio a polêmicas e à debandada de funcionários do Inep, responsável pela aplicação do exame.

Os candidatos foram submetidos a 90 questões objetivas de múltipla escolha, sendo 45 questões das disciplinas de linguagens, códigos e suas tecnologias e outras 45 questões das disciplinas de ciências humanas e suas tecnologias. Entre os temas, houve questões sobre cultura indígena, meio ambiente e até uma pergunta que usou um trecho da canção Admirável Gado Novo, do compositor Zé Ramalho.

A redação dissertativo-argumentativa foi sobre "invisibilidade e registro civil".

Últimas