Inep divulga gabarito oficial do Enem 2020

Resultado oficial do exame será divulgado no dia 29 de março; prova busca avaliar desempenho do estudante em cada área

  • Educação | Do R7

Inep divulga resultado do exame nesta quarta-feira (27)

Inep divulga resultado do exame nesta quarta-feira (27)

Antonio Cruz / Agência Brasil

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou nesta quarta-feira (27) o gabarito oficial do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Já o resultado oficial será divulgado no dia 29 de março.

Primeiro dia 

Caderno 1 – Azul – Aplicação Regular

Caderno 2 – Amarelo – Aplicação Regular

Caderno 3 – Branco – Aplicação Regular

 Caderno 4 – Rosa – Aplicação Regular

Caderno 4 – Rosa (Ampliada) – Aplicação Regular

Caderno 4 – Rosa (Superampliada) – Aplicação Regular

Caderno 9 – Laranja (braile e ledor) – Aplicação Regular

Caderno 10 – Verde (Libras) – Aplicação Regular

Segundo dia

Caderno 5 – Amarelo – Aplicação Regular

Caderno 6 – Cinza – Aplicação Regular

Caderno 7 – Azul – Aplicação Regular

Caderno 8 – Rosa – Aplicação Regular

Caderno 8 – Rosa (Ampliada) – Aplicação Regular

Caderno 8 – Rosa (Superampliada) – Aplicação Regular

Caderno 11 – Laranja (braile e ledor) – Aplicação Regular

Caderno 12 – Verde (Libras) – Aplicação Regular

Vale lembrar que o número de acertos não representa necessariamente a nota final. Na correção do Enem, é usado o método TRI (Teoria de Resposta ao Item), um modelo que leva em conta a dificuldade de cada pergunta e busca avaliar o desempenho do candidato em determinada área de conhecimento. Além da nota da redação. Confira no site do Inep.

No domingo (24), estudantes de todo o país realizaram o segundo dia de provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Os participantes encararam uma maratona de 90 questões de Matemática, Ciências da Natureza (Física, Química e Biologia).

O Fernando da Espiritu Santo, gerente de Inteligência Educacional e Avaliações do Poliedro, "sem abordar a pandemia, o segundo dia do Enem seguiu a tendência de ser uma prova neutra e cobrou o 'arroz com feijão' dos estudantes", observa.

"De um modo geral, a prova de Ciências da Natureza foi bem distribuída entre Biologia, Química e Física", diz Espiritu Santo. "A prova de Biologia foi bem equilibrada, com destaque para a temática do vazamento de petróleo e Ecologia."

O Fernando da Espiritu Santo, gerente de Inteligência Educacional e Avaliações do Poliedro, "sem abordar a pandemia, o segundo dia do Enem seguiu a tendência de ser uma prova neutra e cobrou o 'arroz com feijão' dos estudantes", observa.

"De um modo geral, a prova de Ciências da Natureza foi bem distribuída entre Biologia, Química e Física", diz Espiritu Santo. "A prova de Biologia foi bem equilibrada, com destaque para a temática do vazamento de petróleo e Ecologia."

Para o gerente do Poliedro, o destaque foi para a quantidade de contas que os estudantes tinham de fazer por questão de Matemática, "se tentassem calcular tudo o que era pedido, não daria tempo de concluir a prova, o caminho foi usar as aproximações das ordens de grandeza, por outro lado, três questões de resolução rápida com avaliação de gráficos ajudaram a ganhar tempo."

O diretor do curso Anglo, Daniel Perry, também considerou a prova 'tradicional', marcada por "questões que fazem parte da tradição do Enem — questões contextualizadas e que dialogam com o cotidiano dos estudantes".

Neste sentido, a prova trouxe questões sobre o funcionamento do fone de ouvido, o consumo de etanol por carro, orçamento familiar, uso de óleos essenciais, proteção contra raios. "Personagens populares também foram abordados como o Garfield e Harry Potter, em uma questão sobre anagrama e que deve ter feito bastante sucesso entre os jovens", diz Perry.

Thiago Ferreira Luz, professor do sistema COC by Pearson, considerou a prova de Química de "nível médio" e "muito conteudista". "A prova abordou assunto relacionados ao cotidiano, o que já é de conhecimento dos alunos, veio carregada de textos, o que exigia interpretação, mas não tivemos questões de cálculos difíceis."

Em Matemática, caiu notação científica, regra de três, análise combinatória e porcentagem. "Em Física, os assuntos também foram tradicionais e o mesmo vale para Química, já Biologia, a prova foi considerada por professores e alunos um pouco mais difícil que em anos anteriores", avalia o diretor do Anglo.

Últimas