Refugiados dão aulas de idiomas online durante a pandemia

Matrículas estão abertas. Projeto do Instituto Adus tem oferecido aulas online desde março e já somam 300 alunos em São Paulo

Aulas de idioma serão online

Aulas de idioma serão online

Alvaro Henrique/Secretaria de Educação/Divulgação

A pandemia da covid-19 apresentou um novo desafio para os refugiados
que vivem no Brasil. Pensando em aproximar o idioma e cultura no cotidiano dos brasileiros durante a quarentena, a Unno, um projeto do Instituto Adus, adaptou seu formato presencial de ensino para organizar
aulas de idiomas online para mais de 300 alunos e 28 professores refugiados.

O Brasil soma hoje 43 mil pessoas reconhecidas como refugiados,
segundo informações do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare).
Deste total, cerca de 38 mil são venezuelanos que deixaram o país por
conta da situação de crise econômica. 

A Adus alugou notebooks, ferramentas de vídeo-aula e ofereceu
treinamento para os professores do projeto. As aulas online serão oferecidas enquanto durar o isolamento social.

O projeto Unno

O projeto que capacita refugiados como professores de idiomas foi criado
em 2015 pelo Instituto Adus. A ideia é valorizar os conhecimentos que as
pessoas em situação de refúgio podem compartilhar sobre seus países de
origem. O ensino de idiomas é uma forma de integração com os
brasileiros e auxilia na geração de renda para os refugiados e o Instituto.

Em junho, o projeto passou por uma remodelação para se aproximar da
pauta do refúgio. Assim surgiu o nome Unno, expressão que vem do
latim “unus”, que quer dizer “um”. Mas também pode significar unido,
ligado, conectado. “Assim é nossa escola: preservando as individualidades
de cada um, queremos unir e juntar diferentes universos”, destaca Cleita.

Como funciona
Os refugiados participantes aulas de português gratuitas por meio do
Instituto Adus e que comprovam fluência em inglês, francês ou
espanhol, podem se candidatar à capacitação para ensino de idioma.

Após uma entrevista, os candidatos são selecionados para treinamento
com coordenadores pedagógicos. Depois, são avaliados se estão aptos a
ministrar aulas dentro de uma metodologia definida.

Uma parte do pagamento é feita direto aos professores, gerando renda
para os refugiados. Outra parte é destinada ao Adus, colaborando com
a continuidade deste e outros projetos.

Informações

Projeto Unno – Aulas de Inglês, Francês e Espanhol
Matrículas: Até 31 de julho
Início das Aulas: 8 de agosto
Carga Horária: 3 horas semanais
Investimento: 5x de R$ 250 (inglês e espanhol) e 5x de R$ 300 para
francês
Local: Aulas online pela ferramenta Zoom
Horários e Informações: www.unno.org.br