Educação SP terá mais 778 escolas estaduais no Programa de Ensino Integral

SP terá mais 778 escolas estaduais no Programa de Ensino Integral

A partir do ano que vem, serão 1.855 unidades de 427 municípios integrando o PEI. Anúncio foi feito na manhã desta segunda (12)

  • Educação | Do R7

Ao todo, 1.855 unidade vão integrar o programa a partir de 2022

Ao todo, 1.855 unidade vão integrar o programa a partir de 2022

Daniel Guimarães/EducaçãoSP/Divulgação

O governo do estado de São Paulo anunciou na manhã desta segunda-feira (12) que, em 2022, mais 778 escolas estaduais de 118 cidades irão integrar o PEI (Programa de Ensino Integral).

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo espera beneficiar 387,3 mil estudantes do ensino fundamental e médio com a expansão do ensino integral.

“Saltamos para 1.077 escolas em tempo integral com menos de dois anos e no meio de uma pandemia porque acreditamos nesse modelo”, comentou Rossieli Soares, responsável pela pasta da educação paulista durante o evento do anúncio, realizado no Memorial da América Latina.

Somadas às 1.077 unidades que já fazem parte do programa, serão 1.855 escolas de 427 municípios integrando o PEI a partir do ano que vem.

Oito cidades com mais de 50 mil habitantes terão o programa em 80% de suas escolas, informa o governo: Piracicaba, Mirassol, Campo Limpo Paulista, Lorena, Avaré, Barretos, Olímpia e Fernandópolis.

“Os resultados que alcançamos ao longo de dois anos e meio nos permitem hoje fazer esse anúncio de grande importância. Isso é uma vitória da educação. Tempo integral para tudo: para o aconchego, o ensino, o estudo, a alimentação e formação de uma nova geração de brasileiros”, afirmou o governador João Doria.

O PNE (Plano Nacional de Educação) prevê, em suas metas de educação integral, que até 2024 25% dos alunos da Educação Básica sejam atendidos ao longo de jornadas de 7 horas. A expansão anunciada nesta segunda (12) para 1.855 unidades atenderá este objetivo nas escolas da rede estadual.

Últimas