Universidade aberta mantém cursos durante pandemia

Em funcionamento desde 2006, a UAB tem 143 cursos de licenciatura, bacharelado, especialização e de tecnólogo e mais de 100 mil matriculados

A UAB é uma instituição ao Capes

A UAB é uma instituição ao Capes

Gabriel Jabur/MEC - 11.02.2020

A maioria das atividades de ensino promovidas pela UAB (Universidade Aberta do Brasil) estão ocorrendo regularmente em meio à pandemia do novo coronavírus.

A UAB é um programa da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), fundação vinculada ao Ministério da Educação, que articula com estados e municípios a oferta de cursos remotos de graduação e de pós-graduação.

De acordo com Carlos Lenuzza, diretor de Educação Básica da Capes, 100 de 110 instituições que ofertam curso da UAB “estão com as atividades absolutamente regulares, 10 estão no período de planejamento e reconstituição de atividades”.

Leia também: Brasileira é finalista de prêmio internacional com aulas para surdos

No total, 118 instituições ofertam cursos da UAB em todo o país. Uma página na internet localiza polos em funcionamento e instituições inscritas em todo o país. Sete de cada dez polos de ensino funcionam em cidades interioranas com menos de 100 mil habitantes.

Em funcionamento desde 2006, a UAB tem mais de 116 mil alunos matriculados, em 143 cursos de licenciatura, bacharelado, especialização e de tecnólogo.

A maior oferta de vagas (85%) no edital vigente é voltada, exclusivamente, para formação inicial e continuada de professores da rede pública.