São Paulo Se cumprir promessa, Doria vai abrir mão de salário de R$ 24,1 mil por mês

Se cumprir promessa, Doria vai abrir mão de salário de R$ 24,1 mil por mês

Eleito prefeito de São Paulo no domingo (2), tucano disse que abriria mão da remuneração

Se cumprir promessa, Doria vai abrir mão de salário de R$ 24,1 mil por mês

Tucano recebeu mais da metade dos votos e foi eleito no 1º turno

Tucano recebeu mais da metade dos votos e foi eleito no 1º turno

Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB), vai abrir mão de um salário de R$ 24.165,87 se cumprir a promessa de campanha de doar sua remuneração. Doria passa a ganhar esse valor a partir de janeiro de 2017, quando assumir a Prefeitura de São Paulo.

Esse é o valor que o atual prefeito paulistano, Fernando Haddad (PT), ganha atualmente, de acordo com os dados da Transparência da Prefeitura Municipal.

Sem considerar os reajustes anuais com inflação, Doria abriria mão de nada menos que R$ 1.159.961,76 durante seus quatro anos de mandato.

Doria prometeu abrir mão do vencimento durante agenda de campanha na força Sindical, na capital paulista. Na mesma ocasião, reafirmou que não tentaria a reeleição, caso eleito.

Leia mais notícias de Eleições 2016

No mesmo dia, porém, afirmou que não deixaria de receber os dividendos das suas empresas.

— Nós não estamos em um regime comunista, estamos? Não faz o menor sentido. Gero empregos, pago impostos, as empresas continuarão a funcionar.

No último domingo (2), Doria Jr. foi eleito prefeito de São Paulo no primeiro turno com 3.085.187 votos — 53,29% dos votos válidos.