Eleições 2020 Axel Grael é eleito prefeito no primeiro turno em Niterói (RJ)

Axel Grael é eleito prefeito no primeiro turno em Niterói (RJ)

Candidato do PDT recebeu 62,56% dos votos válidos; Flavio Serafini (PSOL), com 9,82% dos votos, ficou em segundo lugar na disputa municipal

Axel Grael (PDT) venceu a disputa em Niterói (RJ)

Axel Grael (PDT) venceu a disputa em Niterói (RJ)

Reprodução/Instagram

Axel Grael (PDT) venceu nas eleições municipais em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. 

Com 100% dos votos apurados na madrugada desta segunda-feira (16), ele recebeu 62,56% dos votos válidos. 

Flavio Serafini (PSOL), com 9,82% dos votos, ficou em segundo lugar na disputa municipal. 

Allan Lyra (PTC) ficou em terceiro, com 9,41%, e Felipe Peixoto (PSD) em quarto, com 7,20%. Juliana Benicio (NOVO) ficou com 6,53% da preferência do eleitorado.

Foram contabilizados 28,03% de abstenções (109.677), 4,40% de brancos (12.378) e 9,41% de nulos (26.501).

Trajetória

Axel Grael (PDT), de 62 anos, nasceu em 22 de julho de 1958, na cidade de São Paulo. É irmão de Lars Grael e Torben Grael —medalhistas olímpicos.

O prefeito eleito, que é ambientalista e engenheiro florestal, participou ativamente, em 1970, da criação do MORE (Movimento de Resistência Ecológica). 

O político também foi presidente do FEEMA (Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente) e subsecretário de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro. Grael é funcionário público concursado da prefeitura fluminense. 

Em 2012, à época filiado ao PV (Partido Verde), foi eleito vice-prefeito de Niterói, por meio da coligação do prefeito Rodrigo Neves. A dupla venceu o pleito em segundo turno com 52,55% dos votos válidos. 

Na eleição seguinte, Grael voltou a se candidatar a vice de Rodrigo Neves. No entanto, um mês antes da votação, a Justiça Eleitoral impugnou o seu registro.

À época, ele apresentava pendências financeiras de quando ainda era presidente do IEF (Instituto Estadual de Florestas). 

Com a reeleição de Neves, ex-companheiro de chapa, ele passou a comandar a Secretaria de Planejamento em 2017. Entretanto, no início do ano, o político deixou o PV e se filiou com PDT para concorrer às eleições 2020.

Veja o resultado da eleição para prefeito e vereador em Niterói

Últimas