Eleições 2020 Blitz da Justiça Eleitoral combate irregularidades no Amapá

Blitz da Justiça Eleitoral combate irregularidades no Amapá

Coordenada por equipe do TRE-AP, operação teve como intuito fiscalizar irregularidades como som acima do limite e obstrução de via pública

Blitz ocorreu neste domingo (11)

Blitz ocorreu neste domingo (11)

Divulgação/TSE

A Justiça Eleitoral do Amapá realizou, no domingo (11), a chamada Blitz da Democracia, ação para combater irregularidades eleitorais no Estado.

Coordenada pela equipe de fiscalização da propaganda eleitoral do TRE-AP (Tribunal Regional Eleitoral do Amapá) e passando por vários pontos da capital Macapá, a operação teve como intuito verificar irregularidades como som acima do limite, obstrução de via pública e propaganda irregular em bem particular.

Veja também: O que sua cidade mais precisa? Vote!

A blitz contou com o apoio das Polícias Militar e Civil, da Polícia Rodoviária Federal, do Compo de Bombeiros e outras instituições, e foi a primeira ação educativa da Justiça Eleitoral.

Veja também: USP lança guia 'verde' para ciência pautar candidatos nas eleições

De acordo com Marconi Pimenta, juiz auxiliar da propaganda eleitoral do TRE-AP, a operação seguirá até o primeiro turno das eleições municipais:

“Nosso objetivo é educar, prevenir irregularidades eleitorais, principalmente em relação a propaganda eleitoral, e dizer também para os eleitores, candidatos, partidos e coligações que a força das polícias garantirá a legitimidade da Justiça Eleitoral, e que a igualdade entre os candidatos seja mantida”.

Últimas