Eleições 2020 Boletim do TSE mostra que 476 urnas precisaram ser substituídas

Boletim do TSE mostra que 476 urnas precisaram ser substituídas

Número representa 0,37% dos equipamentos utilizados no segundo turno das eleições municipais; São Paulo é o Estado com mais registros

Em apenas um local o voto precisou ser manual

Em apenas um local o voto precisou ser manual

Fábio Pozzebom/Agência Brasil

O último boletim do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informa que 476 urnas eletrônicas precisaram ser substituídas nos 57 municípios que contam com a disputa do segundo turno das eleições municipais.

503 mil eleitores justificaram ausência via e-Título, diz TSE

O número representa 0,33% de todos os aparelhos colocados em funcionamento neste domingo (29).

O Estado de São Paulo é o que tem o maior de urnas com problemas: 146, seguido pelo Rio de Janeiro, com 129.

Eleições 2020: Ministério da Justiça registra 192 ocorrências no país

Em todas as 476 substituições, em apenas uma seção, em São Paulo, foi preciso que o voto fosse manual.

O Estado de Sergipe é, proporcionalmente, o que teve o maior número de aparelhos substituídos: 0,96%, equivalente a 20 urnas. Acre e Paraíba não tiveram nenhuma troca até o início da tarde.

Últimas