Eleições 2020 Eleições 2020: 95 municípios poderão ter 2º turno em novembro

Eleições 2020: 95 municípios poderão ter 2º turno em novembro

Cidades com mais de 200 mil eleitores são obrigadas a realizar segunda votação para prefeito e vice-prefeito. Conheça a regra constitucional

TSE: 95 municípios brasileiros poderão ter 2º turno em novembro

TSE: 95 municípios brasileiros poderão ter 2º turno em novembro

Nelson Jr./Ascom/TSE - 04.09.2008

Noventa e cinco municípios do país com mais de 200 mil eleitores podem ter de realizar um segundo turno de votação para a escolha de prefeito e vice-prefeito nas Eleições Municipais de 2020. O pleito será realizado nos dias 15 e 29 de novembro, por causa da pandemia de covid-19.

Leia mais: Emprego e renda são os grandes desafios do próximo prefeito de SP

Pela Constituição Federal, deve haver eleição segundo turno para prefeito quando nenhum dos candidatos consegue mais da metade dos votos válidos, ou seja, dos votos dados exclusivamente aos que disputam o cargo. Se essa situação ocorrer, disputarão o segundo turno os dois candidatos a prefeito mais votados.

Com relação às capitais, manteve-se o mesmo quadro das eleições de 2016: das 26 capitais, 25 têm mais de 200 mil eleitores, a única exceção é Palmas (TO). Este ano, não há pleito no Distrito Federal nem em Fernando de Noronha (PE).

Veja também: Prazo para registro de candidatura nas Eleições 2020 termina sábado

Assim como em 2016, São Paulo permanece como o estado com o maior número de cidades com mais de 200 mil eleitores, são 28 no total. Em seguida, vem o Rio de Janeiro, com dez municípios, Minas Gerais, com nove, Pernambuco, com seis, e Paraná e Rio Grande do Sul, com cinco cada um.

De 2016 para 2020, mais três cidades alcançaram o eleitorado que possibilita a realização de um segundo turno para prefeito e vice-prefeito. São elas: Ribeirão das Neves (MG), Paulista (PE) e Petrolina (PE). A capital paulista continua a ser o município com o maior eleitorado do Brasil, com 8,9 milhões de eleitores.  

Últimas