Eleições 2020 Eleições 2020: casos de compra de votos e boca de urna disparam

Eleições 2020: casos de compra de votos e boca de urna disparam

Segundo boletim divulgado pelo Ministério da Justiça, foram interceptadas 62 tentativas de compra de votos e 56 ocorrências de boca de urna

Ocorrências de boca de urna mais que triplicaram

Ocorrências de boca de urna mais que triplicaram

ROMILDO DE JESUS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 15/11/2020

O Ministério da Justiça divulgou mais um balanço das ocorrências registradas na Operação Eleições 2020, desde a meia-noite deste sábado (14) até o início da manhã de domingo (15). A última atualização saiu às 9h.

Leia mais: App e-Título tem instabilidade por excesso de acessos, segundo TSE

Segundo o boletim, as ocorrências de compras de votos e boca de urna disparam nas últimas duas horas. Os casos de compra de votos dobraram, indo de 31 ocorrências, para 62.

Já as ocorrências de boca de urna foram de 17 casos às 7h, para 56 no último boletim divulgado às 9h, ou seja, mais que triplicaram.

O ministério coordena nestas eleições o trabalho que envolve mais de 330 mil autoridades federais e estaduais. De acordo com os números, foram registrados em todo o país:

- 8 ameaças contra candidatos
- 4 tentativas de homicídio contra candidatos
- 2 lesões corporais contra candidatos
- 62 casos de compra de votos
- 56 ocorrências de boca de urna
- 16 casos de divulgação de informações falsas (fake news)
- 5 ocorrências de transporte ilegal de eleitores

Acompanhe a movimentação nas urnas de todo o país

Últimas