Eleições 2020 Em Governador Valadares (MG), 35% dos eleitores não votaram

Em Governador Valadares (MG), 35% dos eleitores não votaram

Abstenção na cidade do Vale do Rio Doce foi ficou acima das médias nacional e estadual registradas no segundo turno para as prefeituras em 2020

  • Eleições 2020 | Pablo Nascimento, do R7

Abstenção nacional foi de 29,5%

Abstenção nacional foi de 29,5%

Antonio Augusto/Ascom/TSE - 06.10.2020

Mais de um terço dos moradores de Governador Valadares, a 380 km de Belo Horizonte, não comparecem às urnas para votar no segundo turno, realizado neste domingo (29).

Ao todo, foram 76.171 eleitores que não exerceram o direito ao voto na cidade do Rio Doce. O nível de abstenção ficou em 35,61%, sendo maior que a média nacional (29,5%) e a estadual (27,97%), no segundo turno.

O desembargador Alexandre Victor de Carvalho, presidente do TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais) avaliou que o isolamento social mais restrito para conter a covid-19 na cidade pode ter impactado nos números. O município está na onda vermelha, considerada a mais crítica na escala do Governo Estadual em relação à pandemia.

Leia também: Segundo turno acaba com prisão de mesário e outras 11 pessoas em MG

Carvalho ponderou, no entanto, que, naturalmente, a participação tende a ser menor nas disputas em segundo turno. Segundo o desembargador, a proximidade da população com os vereadores que concorrem aos cargos estimula os moradores a participarem mais.

— A abstenção em Governador Valadares é muito preocupante. É preciso que a sociedade valadarense tenha consciência que este nível provoque até uma crise de legitimidade em relação à eleição.

Em Contagem, na Grande BH, a abstenção foi 22,94%; em Juiz de Fora, foi 29,12%; e em Uberaba, de 28,19%. Veja aqui os resultados das quatro cidades mineiras que foram ao segundo turno.

Disputa

Esta foi a primeira a primeira vez que o cargo de prefeito foi decidido em segundo na cidade. André Merlo (PSDB) foi reeleito com 57,74% (71.764) dos votos válidos. Ele disputou a cadeira com o próprio atual vice-prefeito, dr. Luciano (PSC).

Últimas