Eleições 2020 Enchentes e saúde são citadas por candidatos em SP nesta 2ª feira (19)

Enchentes e saúde são citadas por candidatos em SP nesta 2ª feira (19)

A menos de um mês das eleições, agenda pública de postulantes à prefeitura da capital desta 2ª feira (19) tem carreatas, panfletagens e entrevistas

  • Eleições 2020 | Cesar Sacheto, do R7

Políticos aumentam ritmo da campanha a menos de 1 mês das eleições

Políticos aumentam ritmo da campanha a menos de 1 mês das eleições

Montagem/R7

Entrevistas à imprensa, lives, corpo a corpo com eleitores, planos para a saúde e a solução das enchentes na cidade marcaram a agenda pública dos candidatos à Prefeitura de São Paulo nesta segunda-feira (19). As eleições serão realizadas no dia 15 de novembro e o segundo turno de votações está  marcado para o dia 29 do mesmo mês.

A campanha eleitoral começou oficialmente no dia 27 de setembro e o R7 tem divulgado os compromissos de campanha de todos os 14 concorrentes à administração municipal paulistana. O critério definido para apresentação foi a ordem alfabética.

Andrea Matarazzo (PSD)

O candidato do PSD, Andrea Matarazzo, visitou o bairro de Itaquera, na zona leste, para conversar com a população. Ele esteve com os presidentes da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Itaquera (CDLI) e do Núcleo de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Itaquera.

No encontro, o candidato se comprometeu a ajudar com algumas pautas prioritárias para a região segundo as duas associações,  como o combate às enchentes; a melhora da qualidade do trânsito no chamado Sistema Binário, que liga o centro do bairro à avenida Aricanduva; a concessão de incentivos fiscais para o setor de serviços e a melhora dos critérios de escolha de um subprefeito para a região

“No fundo, conhece a prioridade do lugar que mora e trabalha ali”, afirmou o candidato, que há anos defende a maior proximidade entre poder público e sociedade civil.

“Vimos aqui [em Itaquera] que os prédios não podem ter como área útil mais que 40 metros quadrados, o que faz boa parte da população se mudar para outros barros”, complementou Andrea Matarazzo que, mais tarde, concedeu entrevista ao Jornal da Gazeta.

Antônio Carlos Silva (PCO)

O candidato do PCO, Antônio Carlos Silva, fez panfletagem no Jardim São Savério, na zona sul, no período da manhã. À tarde, se reuniu com a coordenação de campanha e, à noite, participa de encontro com trabalhadores do Metrô.

Arthur do Val (Patriota)

O candidato a prefeito pelo Patriota, Arthur do Val Mamãe Falei, inaugurou a Tenda Área 51, na avenida Marechal Tito, zona leste de São Paulo. À noite, ele participou de entrevista online para a APAS (Associação Paulista de Supermercados).

Bruno Covas (PSDB)

O candidato do PSDB à reeleição, Bruno Covas, visitou nesta segunda-feira (19) o CEU São Pedro/José Bonifácio, na região de Itaquera, zona leste de São Paulo, local onde entregou cinco vans adaptadas para o transporte de crianças de zero a três anos e 11 meses por meio do novo programa TEG Creche.

Segundo Covas, as crianças poderão ser atendidas com vagas em CEIs (Centros de Educação Infantil) localizados entre 1,5 km e 5 km de distância de suas residências. "Nós vamos poder preencher vagas ociosas nas creches municipais que antes não podia (pela distância)", declarou o candidato.

Bruno Covas entregou vans com cadeirinhas individuais para crianças

Bruno Covas entregou vans com cadeirinhas individuais para crianças

Divulgação/Patrícia Cruz

O prefeito Bruno Covas disse que o TEG contribuirá para a redução da fila de espera por creche, garantindo maior acesso à educação na primeira infância. Serão transportadas no máximo 12 crianças por veículo, que terão condutor capacitado em primeiros socorros e cadeirinhas individuais.

As vans que transportarão os bebês possuem cadeirinha/bebê conforto individual para cada criança. O valor pago pela Prefeitura de São Paulo por cada criança transportada será de R$ 406,68 por mês.

Mais tarde, Bruno Covas concedeu entrevista ao vivo para a revista Veja e participou do "Encontro Mulheres com Bruno Covas”, com a presença da senadora Mara Gabrili e da ex-prefeita Marta Suplicy.

Celso Russomanno (Republicanos)

O candidato do Republicanos, Celso Russomanno, visitou o Mercadão Municipal da Cantareira, no centro da cidade de São Paulo, onde conversou com comerciantes.

À tarde, Russomano foi sabatinado de forma online pelo Estadão e se reuniu com o presidente do Instituto Humanus para pessoa com deficiência auditiva, na Barra Funda, zona oeste.

Filipe Sabará (Novo)

O candidato do Novo, Filipe Sabará, concedeu entrevista para a Abrig (Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais) pela manhã.

À tarde, ele  entrevistado pelo “Canal do Negão” no YouTube. Depois, passaria por sabatina no Siaesp (Sindicato da Indústria do Audiovisual do Estado de São Paulo).

Guilherme Boulos (PSOL)

O candidato do PSOL, Guilherme Boulos, visitou o hospital Sorocabana, na Lapa, zona oeste da capital paulista. Depois, fez panfletagem na rua 12 de Outubro, tradicional ponto de comércio situado no mesmo bairro.

Boulos criticou a atuação da atual gestão municipal na área da saúde e prometeu redirecionar recursos do setor para garantir o atendimento em hospitais do município.

Guilherme Boulos pretende abrir mais equipamentos de saúde na cidade

Guilherme Boulos pretende abrir mais equipamentos de saúde na cidade

Reprodução

"Quem vê a propaganda do Bruno Covas na televisão acha que está nascendo hospitais feito cogumelos na cidade. O que se tem é equipamentos fechados, como este [Sorocabana]. Ou abertos de maneira parcial e pequena. O inacreditável é que a prefeitura fez quatro hospitais de campanha na pandemia, dois foram desativados e três deles no centro da cidade. O que a prefeitura gastou para equipagem [dos hospitais], porque não gastou aqui?", questionou o candidato do PSOL.

Jilmar Tatto (PT)

O candidato do PT, Jilmar Tatto, participou de uma carreata pelos bairros de Casa Verde e Cachoeirinha, na zona norte da cidade. À tarde, ele teve reunião com a coordenação executiva.

À noite, participou de um encontro com lideranças evangélicas na quadra do Sindicato dos Bancários de São Paulo, na região central da capital paulista, onde dstacou a "extrema desigualdade" da cidade e prometeu criar uma secretaria muncipal para cuidar dos idosos.

Joice Hasselmann (PSL)

A candidata do PSL à prefeitura, Joice Hasselmann, fez uma live com mulheres candidatas à Câmara de Vereadores, na sede do PSL, no centro de São Paulo.

Na sequência, Joice visitou a Praça Mauro Broco, no Tatuapé, na zona leste, gravou material para o horário eleitoral e se reuniu com a equipe do plano de governo.

Levy Fidelix (PRTB)

O candidato do PRTB, Levy Fidelix, participou de um jantar com empresários de diferentes setores. O evento foi fechado.

Márcio França (PSB)

O candidato do PSB, Márcio França, conversou com apoiadores sobre saúde mental no hospital de Vila Carrão e participou de um encontro com pastores de diferentes segmentos evangélicos, no Parque São Jorge, ambos compromissos na zona leste de São Paulo.

Márcio França visitou a zona leste de SP

Márcio França visitou a zona leste de SP

Divulgação/Fernanda Luz

Na reunião, Márcio França destacou a sua atuação dele em situações cruciais, tais como o conflito envolvendo a greve dos caminhoneiros de 2018, quando participou da costura de um acordo que colocou fim à paralisação.

"Tudo o que prometi para os caminhoneiros foi cumprido. Tudo o que o Bruno Covas prometeu [aos caminhoneiros], não. Eu não sou obrigado a dar minha palavra. Mas se eu dei, sou obrigado a cumprir. As pessoas têm que se sentir à vontade para decidir. Se vocês, pastores, vieram aqui hoje, vocês sabem disso. Agradeço muito que vocês tenham vindo hoje para conversar comigo", declarou.

Marina Helou (Rede)

A candidata pela Rede Sustentabilidade, Marina Helou, gravou vídeo React do horário eleitoral e teve um encontro na Abrig (Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais) durante a manhã.

À tarde, Marina esteve na live Pais Pretos para debater a importância do pai na educação dos filhos e debateu a questão da segurança pública na cidade. Depois, à noite, foi entrevistada pela TV Gazeta.

Orlando Silva (PCdoB)

O candidato do PCdoB, Orlando Silva, participou de uma plenária com a Associação Força Jovem da Vila Mara, na zona leste da cidade de São Paulo.

No encontro, o político dialogou com a população do bairro e do Jardim Pantanal, de ocasião em que pode ouvir propostas de soluções para os problemas decorrentes de enchentes e falta de moradia digna na região.

Orlando Silva conversou com moradores da Vila Mara e Jd. Pantanal, na zona leste

Orlando Silva conversou com moradores da Vila Mara e Jd. Pantanal, na zona leste

Divulgação/Jennifer Glass

“Todo começo de ano é a mesma coisa no Jardim Pantanal. A prefeitura sabe que vai chover e ter enchente  mas não faz nada de macrodrenagem e reassentamento das pessoas. E por que as pessoas não saem de lá? Obviamente porque não tem onde morar. Ninguém mora em local que tem enchente e perde tudo todo ano porque quer”, declarou.

Orlando Silva disse que pretende dobrar o orçamento das subprefeituras de regiões mais carentes que concentram mais população, os piores níveis de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e enfrentam problemas como, por exemplo, enchentes e deslizamentos frequentes.

“Governar pra quem mais precisa é colocar atenção e investimento no lugar que mais precisa. Se você pegar quanto é gasto no Jardim Helena e quanto é gasto na Vila Marina você vera o contraste. Jardim Helena tem mais gente e menos investimento. Por que? Precisamos inverter essa prioridade", disse o candidato.

À tarde, Orlando Silva foi entrevistado pelo SBT e depois esteve em uma live com a professora Simone Rego, candidata a vereadora pelo PCdoB.

Vera Lúcia (PSTU)

A candidata do PSTU, Vera Lúcia, concedeu entrevista ao jornal O Globo. À tarde, ela se reuniu com a assessoria e gravou vídeos de campanha.

Vera Lúcia criticou episódio de corrupção de senador

Vera Lúcia criticou episódio de corrupção de senador

Reprodução

Durante a agenda pública de campanha, Vera Lúcia comentou o episódio do dinheiro escondido de forma inusitada pelo vice líder do governo federal.

"Todos nós sabemos que a corrupção é inerente ao capitalismo. Temos que exigir punição exemplar dos envolvidos. Exigimos a prisão e a expropriação dos bens de todos os corruptos, seja na esfera federal, estadual ou municipal. Com a grana que essa gente rouba, o governo poderia continuar pagando o auxílio emergencial durante a pandemia e aumentar o valor para pelo menos um salário mínimo! Não desejamos isso para São Paulo", declarou".

*O R7 divulga diariamente as notícias sobre o dia de campanha dos postulantes ao cargo de prefeito da capital paulista. O espaço no portal está aberto a todos os candidatos.

Veja o currículo dos candidatos à Prefeitura de São Paulo:

Últimas