Partido da Mulher lança homem como candidato à Prefeitura de BH

Cabo Washington Xavier é policial militar, teólogo e estudante de direito; político diz que não vê problema em concorrer ao cargo pela legenda

Cabo Xavier concorreu ao cargo de deputado em 2018

Cabo Xavier concorreu ao cargo de deputado em 2018

Divulgação / Cabo Washinton Xavier

O PMB (Partido da Mulher Brasileira) confirmou, nesta quarta-feira (16), o nome do cabo Washington Xavier para concorrer ao cargo de prefeito de Belo Horizonte neste ano.

Aos 48 anos, Xavier é teólogo, estudante de direito e Policial Militar. Em 2018 ele concorreu ao cargo de deputado federal pelo PPL, mas não foi eleito.

O nome do militar na disputa pela prefeitura da capital mineira foi confirmado durante convenção coletiva do partido, realizada virtualmente, nesta manhã. A legenda ainda não definiu quem será o vice que irá completar a chapa.

Xavier é presidente do PDS (Partido da Defesa Social), nova sigla que não conseguiu registrar a tempo das eleições de 2020. Por isso, o candidato precisou recorrer ao PMB para entrar na disputa.

Questionado sobre a razão de ser homem e concorrer pelo Partido da Mulher Brasileira, o militar explicou que o objetivo do partido é “enaltecer a figura da mulher na política”, independente de gênero. O político explicou que suas crenças religiosas e filosóficas indicam que não há problema quanto a isso.

— Eu sou teólogo. Nossa percepção é que o ser humano é uma alma que habita o corpo. Espírito não tem unidade sexual. Além disso, indiferentemente de sermos homem ou mulher, nós somos oriundos de mulheres. Eu tenho uma mãe e tenho uma filha.

Eleições 2020

Os partidos têm até esta quarta-feira para realizar as convenções que indicam os nomes dos candidatos. Os registros oficiais devem ser feitos até o dia 26 de setembro. Outros três candidatos devem ser anunciados até o final da tarde: Luísa Barreto (PSDB), João Vítor Xavier (Cidadania) e Wadson Ribeiro (PC do B).


Veja os nomes confirmados até o momento:

    1. Áurea Carolina (PSOL)
    2. Fabiano Cazeca (Pros)
    3. Igor Timo (Podemos)
    4. Marcelo de Souza e Silva (Patriotas)
    5. Nilmário Miranda (PT)
    6. Rodrigo Paiva (Novo)
    7. Wendel Mesquita (Solidariedade)
    8. Alexandre Kalil (PSD)
    9. Wanderson Rocha (PSTU)
    10. Lafayette Andrada (Republicanos)
    11. Marília Garcia (PCO)
    12. Bruno Engler (PRTB)
    13. Cabo Washington Xavier (PMB)