Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Inteligência artificial revela quais espécies poderiam destruir a humanidade e dominar o mundo

Tabloide britânico usou a tecnologia para saber quais animais, além dos primatas, poderiam ocupar o topo da cadeia alimentar

Hora 7|Do R7

Recentemente, o tabloide britânico Daily Star usou o ChatGPT, modelo de linguagem alimentado por inteligência artificial, para saber quais espécies, além dos primatas, poderiam ocupar o lugar da humanidade no topo da cadeia alimentar após destruí-la.

A lista contém quatro possíveis mensageiros do nosso fim e certamente vai surpreendê-lo. Confira a seguir!

Corvídeos

Corvídeos são pássaros altamente inteligentes Reprodução/CCBY/Commonistas — 22/03/2021

Corvídeos são aves da ordem dos Passeriforme que incluem corvos, corvelos, gaios, gralhas, gralhos, cornelhas, pegas, frouvas, choias, chucas e quebra-nozes. São extremamente inteligentes a ponto de usarem ferramentas para a resolução de problemas. Dada a capacidade cognitiva avançada, poderiam prosperar tanto em ambientes naturais como urbanos.

Elefantes

Elefantes apresentam altas habilidades na resolução de problemas Reprodução/CCBY/Aaron Logan — Data Desconhecida

Os membros da família Elephantidae possuem estruturas sociais complexas, altos níveis de inteligência e habilidades para resolver problemas. Segundo o ChatGPT, o tamanho e a força desses animais seriam uma vantagem para dominar os ecossistemas terrestres e remodelar as paisagens em favor deles.

Publicidade

Formigas

Formigas possuem notável complexidade organizacional Reprodução/CCBY/fir0002 — 28/12/2006

As colônias desses insetos possuem organização para comunicação complexa, divisão de trabalho e comportamentos coletivos coordenados. Em grande número, poderiam subjugar e dominar ecossistemas, superando outras espécies na conquista de recursos.

Polvos

Polvos são reconhecidos pela capacidade de adaptação a diversos ambientes Reprodução/CCBY/Padawane — 28/01/2006

Além da inteligência aguçada, os polvos também são reconhecidos pela alta capacidade de adaptação a diversos ambientes. Somado a isso, essas criaturas marinhas poderiam usar as habilidades de camuflagem e manipulação de objetos para, a princípio, dominar os habitats aquáticos.


Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.