Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Sucuri é regurgitada por outra sucuri e sai rastejando para contar história

Flagrante de canibalismo foi considerado extremamente raro por biólogo. Cena ocorreu no Centro-Oeste brasileiro

Hora 7|Do R7

Sucuri foi regurgitada por outra sucuri, e sobreviveu
Sucuri foi regurgitada por outra sucuri, e sobreviveu Sucuri foi regurgitada por outra sucuri, e sobreviveu

Uma sucuri menor sobreviveu depois de ter sido regurtitada por uma sucuri maior. O flagrante impressionante foi registrado em algum lugar não especificado do Centro-Oeste brasileiro e compartilhado no YouTube pelo biólogo Henrique, conhecido como "o biólogo das cobras".

"Isso aqui é inédito", assegurou o especialista, ao reagir ao vídeo enviado por um internauta. "Filmagem única e exclusiva nesse canal." Assista abaixo:

Nas palavras de Henrique, o registro é ao mesmo tempo "bizarro" e "emocionante".

Ele também aproveitou a oportunidade para dar mais detalhes sobre o comportamento canibal da espécie de serpente em questão.

Publicidade

Henrique não tem certeza se a sucuri maior é uma fêmea. Mas, caso seja, a explicação é a seguinte: "Algumas vezes [na época do acasalamento], uma sucuri gigantesca simplesmente escolhe um macho, porque acasala em 'bolo' [...], e o devora".

Vale o clique: Urso 'churrasqueiro' e selfie de cervo: fotos mostram animais em situações muito bizarras

Publicidade

Ocorrência, segundo ele, também relatada em serpentes de grande porte criadas em cativeiros.

Leia também

"Naquela situação [do vídeo acima], a gente não pode saber se a outra é um macho, que são bem menores, ou se a outra é uma fêmea juvenil — pelo simples fato de que não parece estar em acasalamento", afirmou.

Publicidade

Para concluir a gravação, Henrique ainda explicou o mecanismo que possibilitou a sobrevivência da presa: "As serpentes começam a se alimentar sempre da cabeça para a cauda". No entanto, como a sucuri menor foi engolida a partir da cauda, mesmo desmaiada dentro da predadora, ela foi capaz de despertar devido aos movimentos dos órgãos da algoz, que, de acordo com Henrique, realizaram uma espécie de reanimação na vítima.

Sucuri gigantesca invade base da FAB e é capturada por militares

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.