Internacional Alemanha pode exigir vacina contra a Covid-19 em transporte público

Alemanha pode exigir vacina contra a Covid-19 em transporte público

Políticos discutem regras mais rígidas no combate à pandemia do novo coronavírus para tentar conter uma possível quarta onda

Reuters
Alemanha registrou recorde de casos na última semana e busca parar a doença

Alemanha registrou recorde de casos na última semana e busca parar a doença

John Macdougall/AFP - 6/11/2021

Os políticos da Alemanha podem aprovar em breve uma nova regra no combate à pandemia que exigirá o comprovante de vacinação contra a Covid-19 para usar o transporte público no país. A medida também deve permitir a solicitação de testes negativos e documentos que atestem a recuperação recente da doença para que a população possa acessar ônibus, trens e metrô.

Os sociais-democratas, de centro-esquerda, os verdes e os liberais disseram, nesta segunda-feira (15), que acrescentariam medidas mais duras ao projeto de lei que está sendo analisado pelo Bundestag (Câmara dos Deputados) para lidar com o surto.

As chamadas regras 3G, que exigem teste negativo de Covid-19, prova de recuperação da doença ou vacinação, devem ser aplicadas ao transporte público, bem como aos locais de trabalho, de acordo com um documento do governo. Não está claro ainda como isso será feito.

A Alemanha registrou outro recorde de casos na semana passada, com mais reuniões em ambientes internos devido ao clima frio e campanhas de vacinação limitadas em alguns países, o que vem transformando a Europa mais uma vez em epicentro da pandemia.

Esta quarta onda de infecções está desafiando um governo alemão em transição, com três partidos negociando para formar o próximo gabinete após a eleição inconclusiva de setembro.

Últimas