Estados Unidos

Internacional Americana grávida de 8 meses é baleada e dá à luz antes de morrer

Americana grávida de 8 meses é baleada e dá à luz antes de morrer

Samya Gill e o namorado foram abordados por dois homens que dispararam sem um motivo aparente

  • Internacional | Do R7

Samya Gill foi assassinada quando estava grávida de oito meses

Samya Gill foi assassinada quando estava grávida de oito meses

Reprodução/ NY Post e Gofundme

A americana Samya Gill, de 22 anos, foi assassinada em Washington, nos Estados Unidos, no dia 15 de junho. Ela e o namorado estavam dentro do carro quando foram abordados por dois homens armados.

A jovem estava grávida de oito meses e foi levada para o hospital em estado grave. Os médicos conseguiram realizar o parto antes de Samya morrer. 

O namorado também foi atingido pelos tiros, mas foi socorrido e não corre risco de morrer. Ele conseguiu dirigir mesmo ferido até sair do local do tiroteio. 

Segundo a polícia local, o bebê está em estado crítico.

"Ela é linda. Fui vê-la ontem à noite e ela é simplesmente linda”, disse a avó ao 7News. “Eu realmente espero que eles peguem quem fez isso com minha filha.”,

A família organizou uma vaquinha virtual para levantar fundos. Mais de 350 pessoas fizeram doações que totalizam o valor de R$ 11,5 mil, cerca de R$ 56 mil. A meta é conseguir US$ 40 mil, cerca de R$ 196 mil.

A polícia investiga o crime para descobrir a motivação. Uma recompensa de US$ 25 mil, cerca de R$ 122 mil, está sendo oferecida para quem fornecer pistas que levem à prisão os dois responsáveis pelo crime.

“Este é um ato descarado. Aconteceu no meio do dia”, disse o subchefe de patrulha Andre Wright à imprensa americana.

Perdidos na selva: veja as situações inacreditáveis que os quatro irmãos viveram em 40 dias

Últimas