Internacional Ao piano entre destroços, idosa vira símbolo da esperança em Beirute

Ao piano entre destroços, idosa vira símbolo da esperança em Beirute

Libanesa de 79 anos viraliza ao  tocar tradicional música escocesa de despedida em seu apartamento, atingido pela onda de choque na última terça

  • Internacional | Do R7

May Abboud Melki toca piano na sala destruída de seu apartamento em Beirute

May Abboud Melki toca piano na sala destruída de seu apartamento em Beirute

Reprodução / Instagram

A cena foi compartilhada e assistida milhares de vezes ao redor do mundo. Enquanto seus parentes, ajudados por voluntários, procuravam pertences que poderiam salvar da destruição causada pela explosão na zona portuária de Beirute, no Líbano, uma senhora tocava ao piano.

Leia também: De onde veio o material que causou a explosão no porto de Beirute

May Abboud Melki, 79, e o marido não estavam em casa no momento da explosão. Assim que ela entrou no imóvel onde mora há 60 anos, foi direto para o piano e começou a tocar a música escocesa "Auld Lang Syne" (traduzida para o português como "Valsa da Despedida'), tocada tradicionalmente em fins de ano, velórios, formaturas e outros eventos de encerramento. (veja abaixo)

O instrumento, que ela ganhou do pai no dia do casamento, foi uma das poucas coisas que sobreviveram à onda de choque causada pela explosão na última terça-feira. O resto da sala estava coberto por destroços, cacos de vidro das janelas e outros objetos destruídos.

A neta da pianista, May-Lee Melki, que mora nos EUA, contou à imprensa norte-americana que recebeu o vídeo de sua mãe, que fez o registro em Beirute. E que decidiu compartilhar o registro para "mostrar um sinal de esperança no meio de tanto desespero".

May-Lee espera que os avós possam reconstruir seu apartamento, que fica a cerca de 2 quilômetros do local onde ocorreu a explosão, como fizeram todas as vezes que ele foi atingido por tiros durante a guerra civil libanesa.

"Eles se reergueram diversas vezes", conta ela. "Mas a destruição de agora, nós nunca tínhamos visto".

Veja imagens da destruição causada em Beirute

Últimas