Internacional Atentado com homem-bomba mata 19 em escola no Afeganistão

Atentado com homem-bomba mata 19 em escola no Afeganistão

Ao menos outras 27 pessoas ficaram feridas após a explosão em Cabul; nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque

  • Internacional | Do R7, com informações da AFP

Homem-bomba ataca escola em Cabul, no Afeganistão

Homem-bomba ataca escola em Cabul, no Afeganistão

AFP

Nesta sexta-feira (30), pelo menos 19 pessoas foram mortas em um atentado com homem-bomba, em um centro de treinamento estudantil em Cabul, no Afeganistão. Muitos dos que vivem na área onde ocorreu a explosão são da etnia hazara, minoria que é alvo de ataques anteriores do grupo militante Estado Islâmico.

"Os alunos estavam se preparando para um exame quando um homem-bomba explodiu na escola. Infelizmente, 19 pessoas morreram e outras 27 ficaram feridas", disse Khalid Zadran, porta-voz da polícia. Nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque.

Esse estabelecimento prepara os alunos, a partir dos 18 anos, para o vestibular. Vídeos postados nas redes sociais e fotografias divulgadas pela mídia local mostram vítimas ensanguentadas sendo retiradas do local.

A maioria das vítimas levadas aos hospitais era mulher, segundo um jornalista da AFP. Equipes de segurança foram mobilizadas, e pessoas foram aos hospitais em busca de informações de seus familiares.

"Atacar alvos civis prova a crueldade desumana do inimigo e a falta de padrões morais", disse o porta-voz do Ministério do Interior, Abdul Nafy Takor.

Em pelo menos um hospital, o Talibã forçou as famílias a deixarem o local, temendo um novo ataque à multidão. A solução encontrada pelas autoridades foi pendurar listas com o nome de mortos e feridos logo nas entradas dos hospitais, segundo apurou a AFP.

O retorno do Talibã ao poder no Afeganistão encerrou duas décadas de guerra no país e levou a uma redução acentuada da violência, embora os desafios de segurança continuem a assombrar o movimento islâmico.

Últimas