Internacional Atriz pornô diz que foi ameaçada para se calar sobre caso com Trump

Atriz pornô diz que foi ameaçada para se calar sobre caso com Trump

Stormy Daniels concedeu entrevista a programa de TV norte-americano e contou detalhes de seu relacionamento com o presidente dos EUA

atriz pornô trump

Stormy Daniels disse ter sido ameaçada fisicamente

Stormy Daniels disse ter sido ameaçada fisicamente

Reuters / CBSNews - 60 MINUTES / 25.3.2018

A atriz de filmes pornô Stormy Daniels, que afirma ter tido relações sexuais com Donald Trump antes dele se eleger presidente dos EUA, disse ter sido ameaçada fisicamente em 2011 enquanto estava em um estacionamento com sua filha pequena para que não falasse sobre o relacionamento.

Stormy Daniels, cujo nome verdadeiro é Stephanie Clifford, está no centro de um escândalo que envolve o pagamento de US$ 130 mil em troca do silêncio da atriz pornô sobre o seu relacionamento com Donald Trump.

Stormy Daniels concedeu entrevista ao 60 Minutes, tradicional programa da rede de TV norte-americana CBS.

A atriz de filmes adultos contou durante a entrevista que, em maio de 2011, foi abordada por um homem desconhecido em um estacionamento em Las Vegas.

— Eu estava indo para uma aula de ginástica com a minha filha no carro, tentando colocá-la na cadeirinha, quando um homem se aproximou e me disse "Deixe Trump em paz. Esqueça a reportagem." Então, ele se abaixou, olhou para minha filha e disse "É uma linda menina. Seria uma pena que algo acontecesse com a mãe dela." E aí ele se foi.

A ameaça, segundo Daniels, teria acontecido poucas semanas depois de conceder uma entrevista a uma revista sobre seu caso com Trump. De acordo com a produção do programa 60 Minutes, dois funcionários da revista In Touch afirmaram que a reportagem não foi publicada porque a publicação recebeu ameças de processos por parte do advogado de Trump, Michael Cohen.

Acordo de silêncio

A disputa entre Stormy Daniels e os advogados de Trump é um dos vários escândalos envolvendo mulheres e o presidente dos EUA.

A atriz afirma estar disposta a devolver US$ 130 mil recebidos por um suposto acordo de silêncio para que não falasse sobre o relacionamento entre ela e Trump. A informação sobre o acordo foi revelada pelo jornal The Washington Post em janeiro.

O advogado de Trump, Michael Cohen, afirmou ter pagado do próprio bolso este valor, eximindo Trump de qualquer envolvimento com o suposto acordo de silêncio.

    Access log