Internacional Autor de ataque a tiros na Alemanha tentou invadir sinagoga

Autor de ataque a tiros na Alemanha tentou invadir sinagoga

Suspeito disparou várias vezes com um rifle automático e vestia traje militar, com capacete e máscara. Duas pessoas foram mortas 

Ataque na Alemanha

Tiroteio deixou ao menos dois mortos em Halle, na Alemanha

Tiroteio deixou ao menos dois mortos em Halle, na Alemanha

REUTERS/Fabrizio Bensch/09.10.2019

Um dos envolvidos no tiroteio que deixou ao menos dois mortos perto de uma sinagoga nesta quarta-feira (9) na cidade de Halle, na Alemanha, tentou abrir a porta do templo e invadi-lo. As informações são do jornal alemão Bild.

Segundo o jornal, o suspeito disparou várias vezes com um rifle automático e vestia traje militar, com capacete e máscara. Uma granada também teria sido lançada em um cemitério judeu.

À rede de notícias NTV, uma testemunha afirmou que alguém também atirou contra um restaurante de kebab na cidade.

Ataque no Yom Kippur

O ataque a tiros ocorreu no Yom Kippur, dia mais sagrado do ano para o judaísmo, quando os judeus jejuam por mais de 24 horas em busca de redenção.

Polícia na cena do crime na cidade de Halle

Polícia na cena do crime na cidade de Halle

REUTERS/Hannibal Hanschke/09.10.2019

Pelo Twitter, a polícia local informou que prendeu um suspeito e pediu que os moradores da região fiquem em casa ou se abriguem em lugares seguros. Um segundo ataque a tiros ainda foi relatado em Landsberg, cerca de 15 quilômetros a leste de Halle.

Suspeitos em fuga

Inicialmente, as fontes policiais de Halle falaram de um único suspeito, um homem. Pouco depois, as autoridades passaram a considerar um crime com a participação de vários envolvidos, provavelmente três. Eles supostamente fugiram em um automóvel em direção à cidade de Leipzig, no estado da Saxônia.