Rússia x Ucrânia

Internacional Autoridades ucranianas apelam à população para resistir aos cortes de energia: 'Temos que aguentar'

Autoridades ucranianas apelam à população para resistir aos cortes de energia: 'Temos que aguentar'

Bombardeios russos nas últimas semanas danificaram grande parte da rede elétrica do país

AFP
Resumindo a Notícia
  • 'Provavelmente haverá cortes de quatro horas', disse o governador da região sul de Mykolaiv

  • Rússia tem bombardeado instalações de energia ucranianas desde outubro

  • Governador de Lugansk disse que combates são especialmente 'pesados' no leste do país

  • Relatório do Exército ucraniano ressalta que a situação também é 'difícil' no leste de Donetsk

Mulher toca violão em um pub durante um apagão em Lviv, na Ucrânia

Mulher toca violão em um pub durante um apagão em Lviv, na Ucrânia

Yuriy Dyachyshyn/AFP - 2.12.2022

As autoridades ucranianas pediram, neste sábado (3), à população que aguente os cortes de energia com que tem de lidar após os bombardeios russos nas últimas semanas, que danificaram grande parte da rede elétrica.

"A partir de segunda-feira (5), exigirei que a Oblenergo [uma operadora] revise os horários da região. Provavelmente haverá cortes de quatro horas", disse o governador da região sul de Mykolaiv, Vitaliy Kim, no Telegram.

O "consumo crescente" de eletricidade exige interrupções mais longas para desafogar a rede elétrica regional, explicou. "Temos que aguentar", disse ele aos moradores de sua região.

A Rússia tem bombardeado instalações de energia ucranianas desde outubro, deixando milhões de pessoas sem energia e causando danos à rede.

Os combates são especialmente "pesados" no leste do país porque "os russos tiveram tempo de se preparar" contra os ataques de Kiev, disse à televisão ucraniana o governador da região de Lugansk, Sergei Gaidai.

"As Forças Armadas ucranianas estão avançando lentamente em direção à Rússia [posições de defesa] no sentido de Svatove-Kreminna", disse ele.

A situação também é "difícil" perto de Bakhmut, na região leste de Donetsk, observa o relatório do Exército ucraniano. Os russos tentam conquistar a cidade desde o verão.

Controlar Bakhmut representaria um sucesso para Moscou após uma série de reveses militares. As tropas russas foram forçadas a deixar Kharkov (no nordeste) em setembro e Kherson (sul) em novembro, onde também há "dificuldades". "Os russos bombardearam Kherson [e] danificaram as redes elétricas", ressalta o relatório.

Últimas