Internacional Barco com migrantes afunda no Canal da Mancha, entre França e Inglaterra, e deixa quatro mortos

Barco com migrantes afunda no Canal da Mancha, entre França e Inglaterra, e deixa quatro mortos

Operação com navios e helicópteros resgatou 43 pessoas; quase 45 mil migrantes tentaram fazer a travessia perigosa neste ano

AFP
Resumindo a Notícia
  • Patrulha da Marinha francesa foi enviada ao local como reforço

  • Serviço de ambulâncias informou que recebeu um alerta às 3h40 (0h40 de Brasília)

  • Naufrágio matou 27 migrantes que atravessavam o canal em 2021

  • 205 migrantes morreram ou desapareceram ao atravessar o canal desde 2014

Policiais franceses trabalham em Sangatte, na França, perto do Canal da Mancha

Policiais franceses trabalham em Sangatte, na França, perto do Canal da Mancha

Pascal Rossignol/Reuters - 29.11.2022

Uma "pequena embarcação" afundou no Canal da Mancha, entre França e Inglaterra, e deixou quatro mortos. Uma operação realizada nesta quarta-feira (14) resgatou 43 pessoas, noticiou a imprensa britânica, citando fontes governamentais.

Uma operação de resgate está em curso nesta quarta-feira (14) no Canal da Mancha, entre a França e o Reino Unido, em busca de uma "pequena embarcação" como as que são utilizadas pelos migrantes sem documentos que afundou, informou a Guarda Costeira britânica.

Navios e equipes de emergência de várias cidades do sudeste da Inglaterra foram mobilizados, assim como dois helicópteros britânicos e um francês.

As autoridades do norte da França também informaram que uma patrulha da Marinha foi enviado como reforço.

"Um barco de pesca que estava na área também participa no resgate", acrescentou a Guarda Costeira britânica.

O serviço de ambulâncias da região informou que recebeu um alerta da Guarda Costeira às 3h40 (0h40 de Brasília).

O termo "pequena embarcação" é utilizado como referência aos botes com migrantes que tentam cruzar o Canal da Mancha em direção ao Reino Unido.

Desde o início do ano, quase 45 mil migrantes tentaram fazer a travessia perigosa, contra 30 mil em 2021. Um naufrágio matou 27 migrantes que atravessavam o Canal da Mancha no ano passado. 

Na madrugada de 24 de novembro de 2021, 27 migrantes com idades entre 7 e 46 anos - 16 curdos do Iraque, um curdo do Irã, quatro afegãos, três etíopes, um somali, um egípcio e um vietnamita - morreram no naufrágio de um bote inflável na costa francesa quando tentavam chegar à Inglaterra.

O jornal francês Le Monde afirmou que os migrantes fizeram 15 ligações para as autoridades francesas em busca de ajuda, mas sem sucesso.

Ao menos 205 migrantes morreram ou desapareceram ao atravessar o Canal da Mancha desde 2014, de acordo com o Projeto Migrantes Desaparecidos da ONU.

Últimas