Internacional Beirute tem 100 desaparecidos e 300 mil sem casa após explosão

Beirute tem 100 desaparecidos e 300 mil sem casa após explosão

Governador da capital do Líbano diz que danos em Beirute são enormes e estima prejuízos na casa dos R$ 20 bilhões

  • Internacional | Do R7, com EFE

Helicóptero sobrevoa a área da explosão no porto de Beirute, Líbano

Helicóptero sobrevoa a área da explosão no porto de Beirute, Líbano

Issam Abdallah/Reuters - 05.08.2020

Beirute ainda contabiliza o tamanho da tragédia provocada pela megaexplosão que destruiu a área portuária e o centro da capital do Líbano na terça-feira (4). De acordo com o governo local, 300 mil pessoas estão desabrigadas após terem suas casas destruídas pelo impacto da detonação. As autoridades também confirmam que há 100 desaparecidos.

No início da manhã, autoridades libanesas e a Cruz Vermelha haviam contabilizado mais de 100 mortos e 4 mil feridos pelo impacto da explosão, estilhaços de vidro e desabamentos. Centenas de prédios foram destruídos num raio de até 2 quilômetros de distância do porto.

Em declarações aos meios de comunicação local, governador de Beirute, Maruan Abboud, que os danos em Beirute são enormes, em torno de US$ 3 bilhões (cerca de R$ 15,9 bilhões) ou US$ 5 bilhões (cerca de R$ 26,5 bilhões).

A deflagração provocou uma enorme onda de choque que afetou milhares de casas e edifícios, destruindo vidro e paredes, levando grande parte da população daquela área da cidade a procurar abrigo em outro lugar.

EM VÍDEO: Como ficou a cidade de Beirute logo após a explosão

O primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, revelou em uma reunião com o presidente da República, Michel Aoun, que um carregamento desprotegido de nitrato de amônio de 2.750 toneladas foi a causa da tragédia, embora os motivos que levaram à explosão do fertilizante sejam desconhecidas.

Hoje é o primeiro dia de luto nacional decretado no país, em estado de emergência por duas semanas.

O Conselho Supremo de Defesa libanês declarou ontem Beirute como uma "zona catastrófica".

- Fotos impressionantes da explosão registram a tragédia em Beirute - 

Últimas