Bolívia: governo expulsará toda equipe de embaixada da Venezuela

Karen Longaric disse que chancelaria dará prazo para todos abandonem o país

Karen Longaric disse que chancelaria dará prazo para todos abandonem o país

David Mercado/Reuters

O governo interino da Bolívia, que assumiu o poder depois da renúncia do ex-presidente Evo Morales, expulsará do país todos os funcionários da embaixada da Venezuela nas próximas horas, disse nesta sexta-feira (15) a chanceler boliviana, Karen Longaric, em entrevista à imprensa.

Leia também: Bolívia recupera lentamente tranquilidade com aceno de diálogo

"A chancelaria vai dar o prazo correspondente a todos os funcionários da Embaixada de Venezuela para que abandonem o país por ter se envolvido en assuntos internos do Estado", disse a jornalistas, em La Paz.

Leia também: Evo Morales está proibido de disputar as próximas eleições na Bolívia

"Mas além disso, nós iremos um pouco além, lhes peço que tenham um pouco de paciência, isso vai ocorrer no decorrer das próximas horas", acrescentou, mas náo quis dar mais detalhes.