Guerra Israel x Hamas

Internacional Bombardeio israelense a campo de refugiados em Gaza deixa ao menos 50 mortos

Bombardeio israelense a campo de refugiados em Gaza deixa ao menos 50 mortos

Segundo o Ministério da Saúde local, número de pessoas feridas na explosão passa de 150

  • Internacional | Do R7, com agências internacionais

Enormes crateras se abriram no local do ataque

Enormes crateras se abriram no local do ataque

Anas al-Shareef/Reuters - 31.10.2023

Um bombardeio israelense ao campo de refugiados de Jabalia, no norte da Faixa de Gaza, nesta terça-feira (31), deixou pelo menos 50 pessoas mortas e mais de 150 feridas, segundo o Ministério da Saúde local, comandado pelo grupo terrorista Hamas. Imagens da AFP identificaram pelo menos 47 corpos cobertos por panos brancos no chão do pátio de um hospital.

A pasta chamou o ato de "massacre israelense atroz que atingiu uma grande área de casas no acampamento de Jabalia".

Vídeos que circulam nas redes sociais e grupos do Telegram mostram uma intensa movimentação no local, com civis resgatando crianças e outras vítimas. Enormes crateras se abriram no lugar do ataque.

O Ministério do Interior de Gaza disse à rede de TV Al Jazeera, do Catar, que o campo de refugiados foi "completamente destruído".

"Esses edifícios abrigam centenas de cidadãos. A força aérea de ocupação destruiu este distrito com seis bombas de fabricação americana. É o mais recente massacre causado pela agressão israelense na Faixa de Gaza", disse o porta-voz Iyad al-Bazum. Ele afirmou que cerca de 400 pessoas estão mortas ou feridas.

O Exército israelense afirma ter atingido 300 alvos do Hamas em Gaza no último dia, incluindo túneis na Faixa de Gaza usados pelo Hamas, além de locais de lançamento de mísseis. Um terrorista que organizou a entrada de extremistas por parapentes em Israel foi morto.

Últimas