Internacional Cachorros de Biden mordem funcionário e deixam Casa Branca

Cachorros de Biden mordem funcionário e deixam Casa Branca

Segundo mídia americana, Major teria tido um episódio agressivo com um funcionário do local e foi levado para casa da família

  • Internacional | Do R7

Cachorros de Joe Biden voltam para Delaware após episódio agressivo

Cachorros de Joe Biden voltam para Delaware após episódio agressivo

Reprodução/Twitter @TheFirstDogs

Os dois cachorros do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, deixaram a Casa Branca e voltaram para Delaware, onde viviam antes do democrata assumir o cargo, depois de um episódio agressivo, afirma a CNN americana.

Segundo a emissora norte-americana, Major, que foi adotado pelo presidente em 2018, teria mordido um segurança da Casa Branca. Não se sabe quão sério foi o incidente e o estado do funcionário, mas Major e Champ foram enviados para a casa da família logo depois.

O cão, que tem 3 anos e é o mais novo dos dois, era bastante agitado e costumava latir e pular em funcionários da sede do governo, segundo fontes. Champ, que tem 13 anos, era mais calmo devido à idade.

Os dois cachorros se mudaram para a Casa Branca com Joe e Jill Biden em janeiro, pouco depois da inauguração do presidente.

Últimas